Nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber abono salarial

Os trabalhadores que ganham até dois salários mínimos nascidos em janeiro e fevereiro começaram a receber o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS). Os servidores com inscrição final 5 no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) também começaram a ter o benefício depositado.

A Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia estima que cerca de R$ 2,8 bilhões sejam pagos a 3,4 milhões de trabalhadores. O pagamento refere-se ao abono salarial de 2018, ano-base 2017.

Os trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa Econômica Federal. A consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-726-0207. Os servidores públicos devem entrar em contato com o Banco do Brasil, que fornece informações pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-729-0001.

Responsável pelo pagamento do PIS, a Caixa Econômica Federal começou a depositar os valores para os clientes com conta na instituição. No caso do Pasep, o Banco do Brasil também depositou hoje o benefício para seus clientes. Os correntistas dos demais bancos só receberão o abono a partir de quinta-feira (17).

Benefício

Tem direito ao abono salarial ano-base 2017 quem estava inscrito no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos, trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2017 e ganhou até dois salários mínimos. O empregado precisa ter os dados corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do benefício é proporcional ao tempo trabalhado formalmente em 2017. Quem trabalhou por um mês recebe R$ 84, equivalente a 1/12 do salário mínimo. O valor aumenta conforme o número de meses trabalhados com carteira assinada até atingir o salário mínimo integral (R$ 998) para quem esteve empregado o ano inteiro.

O abono salarial ano-base 2017 foi pago ao longo do segundo semestre do ano passado para os trabalhadores nascidos entre julho e dezembro. Os nascidos de janeiro a julho sacam o dinheiro de janeiro a março deste ano. Quem se esquecer de retirar o dinheiro até 28 de junho, perderá o direito ao benefício.

Ratinho Junior adota brasão do Paraná como marca da gestão

O brasão do Paraná, um dos símbolos oficiais do Estado, será a marca da gestão do governo Carlos Massa Ratinho Junior. A nova identidade foi apresentada pelo secretário da Comunicação Social e Cultura, Hudson José, durante reunião de secretariado realizada no Palácio Iguaçu.

“Respeitando princípios da legalidade, impessoalidade e economicidade, não usaremos slogans ou figuras que não sejam símbolos do Estado”, explicou Hudson José. O secretário também detalhou a linha de trabalho da comunicação do Governo do Estado, que será baseada em três pilares: educativa, informativa e de orientação social.

O governador Ratinho Junior destacou que a nova marca traduz o conceito da nova gestão que se inicia no Paraná. “A nossa gestão será marcada pelo respeito ao bom uso do dinheiro público e ao cumprimento dos ordenamentos legais. A escolha do brasão atendeu a esses preceitos e também porque representa todo potencial do Paraná”.

Brasão

O símbolo traz um lavrador cultivando o solo, indicando as origens agrícolas do Estado e também a força dos paranaenses. O escudo vermelho é a demonstração do solo fértil, capaz de gerar riqueza em qualquer área. Os três picos – ou planaltos – representam a grandeza estadual e dão o tamanho da abrangência das ações de governo.

As representações do sol e do céu azul indicam a capacidade do Estado de se reinventar (o sol nasce todos os dias) e a clareza. “Estes são dois princípios fortes deste governo”, explicou Hudson José, reforçando que a inovação e a transparência são premissas de toda a gestão Ratinho Junior. De outra parte, o ramo de erva-mate reforça o potencial econômico e o do pinheiro revela uma marca singular do Paraná.

Por fim, a imagem da ave no alto do brasão, a harpia, representa o olhar atento que o Estado deve ter com todos os seus cidadãos.

Vídeo mostra caminhoneiro fugindo de abordagem da PRF na rodovia

Um caminhoneiro foi preso ao bloquear a passagem de uma viatura da PRF (Polícia Rodoviária Federal) na BR-116 em Campina Grande do Sul, na tarde de terça-feira (8). Segundo a PRF, durante patrulhamento na rodovia, vários condutores que seguiam no sentido contrário sinalizavam para a equipe e apontavam para um caminhão que transitava em ziguezague na BR-116.

Os policiais federais começaram o acompanhamento tático do veículo e o condutor começou a realizar manobras perigosas na rodovia. Ao tentar a abordagem, o caminhoneiro não permitia a passagem da viatura. Para forçar a parada, os policiais atiraram contra os pneus, mas mesmo assim o condutor continuou.

Uma barreira foi montada na pista, com apoio da Polícia Militar, e o caminhoneiro tentou realizar a conversão, mas acabou parando no canteiro central. O veículo estava com cinco pneus estourados e alguns deles chegaram a se desmanchar.

A fuga do caminhoneiro durou cerca de 63 quilômetros. Os policiais militares e federais conseguiram deter o homem, de 23 anos. Segundo a PRF, ele estava sob efeito de cocaína e no caminhão nada de ilícito foi encontrado.

O nome do condutor não foi divulgado.

(Informações: CATVE)

Chuva dos últimos dias ainda não foi suficiente para normalizar déficit hídrico

Voltou a chover em áreas de produção de grãos do Paraná no fim de semana, mas o déficit hídrico ainda ameaça o potencial produtivo das lavouras e atrasa o plantio de segunda safra, segundo reportou o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Agricultura.

“As chuvas beneficiam o desenvolvimento das lavouras em geral, mas, infelizmente, o período de estiagem e as altas temperaturas nos meses de novembro e dezembro diminuíram o potencial produtivo principalmente das culturas de verão. O porcentual de perdas está sendo levantado”, informa o escritório regional de Apucarana.

No município, a soja encontra-se em floração e frutificação e o milho em frutificação.

Na região de Cascavel, onde a chuva no sábado e no domingo foi isolada – atingiu apenas seis dos 28 municípios que compreendem o núcleo regional – a falta de umidade retarda o plantio do milho segunda safra.

“A cultura do feijão já está com 75% da área colhida, com produtividade de 2.200 quilos por hectare. No milho primeira safra, o comprometimento é bem menor com relação a cultura da soja”, diz a regional, sem dar mais detalhes.

Em Umuarama, de acordo com a regional, o município de Tuneiras do Oeste, onde se produz soja, foi o único a registrar volume de chuva significativo. “Nos outros municípios em que temos produção da oleaginosa as chuvas foram muito fracas, com média de 5 milímetros. A esperança dos produtores era de que uma chuva generalizada pudesse interromper as perdas nas lavouras mais novas”.

Para os próximos dias, a meteorologia, conforme o relatório do Deral, aponta chance de chuva fraca.

Ratinho Jr acompanha troca de comando na PM e anuncia novidades na segurança

O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirmou nesta terça-feira (08 de janeiro) que a segurança pública será área prioritária de sua gestão. Ele participou da solenidade de troca de comando da Polícia Militar do Paraná, na Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais, e confirmou novos programas para a área. O foco será a integração das forças de segurança e investimento em planejamento e inteligência. O coronel Péricles de Matos assumiu o comando-geral da PM, no lugar da coronel Audilene Dias Rocha.

Ratinho Junior confirmou a criação da Cidade da Polícia. Este espaço vai integrar as forças de segurança das três esferas de governo, incluindo desde guardas municipais até as polícias rodoviárias Estadual e Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e o Exército. Outros programas destacados foram o Escola Segura, para reforçar a segurança ao redor das escolas com policiais que hoje estão na reserva, e os projetos Muralha e Olho Vivo, com foco na tecnologia e capacitação dos policiais.

“Vamos trabalhar com inteligência, com cada uma das forças de segurança respeitando a sua seara e sua missão, mas de forma integrada, planejando a segurança pública de forma constante no Paraná”, disse o governador. “A ideia é criar um modelo que possa unificar o trabalho das polícias, em especial na área de planejamento e inteligência. As forças de segurança terão que conversar e pensar estratégias constantemente”, afirmou.

O secretário de Estado da Segurança Pública, general Luiz Felipe Carbonell, explicou que todos os projetos estão em fase de estudo para implantação. “A Cidade da Polícia, por exemplo, está sendo dimensionada. A concepção é que teremos um local especificamente voltado para a segurança pública, com a integração de todas as forças do Estado e ligação com as forças nacionais”, disse.

Coronel Péricles de Matos e a coronel Audilene Dias Rocha

OUTRAS MEDIDAS – A região de fronteira também terá atenção especial, ressaltou o governador, citando o projeto Muralha. “A proposta é criar toda uma estratégia para defender as fronteiras e evitar o contrabando e o tráfico de armas, drogas e cigarro. Teremos uma política de fronteira muito bem estabelecida”, disse.

O governador também citou medidas para a redução de custos na área de segurança, como a revisão de contratos de aluguéis, retorno para as ruas de cerca de 30% dos policiais que atuavam na Casa Militar.

TROCA DE COMANDO – O novo comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Péricles de Matos, afirmou que os policiais serão valorizados e atuarão de forma mais próxima dos cidadãos. “Será uma polícia de proximidade, que leva soluções para as comunidades, com uma mudança na forma de preparar o policial e, principalmente, com respeito ao profissional”, afirmou.

De acordo com ele, a valorização dos profissionais inclui uma polícia melhor equipada. “A determinação do governo é trabalhar com o emprego de tecnologia, de equipamentos, na produção de inteligência policial e, principalmente, uma polícia que respeite os direitos do cidadão em primeiro lugar e tenha um alto índice de eficácia e eficiente”, disse.

Primeira mulher a comandar a Polícia Militar do Paraná, a coronel Audilene Dias Rocha destacou as conquistas dos últimos meses. “Tivemos o melhor resultado dos últimos anos nos índices de criminalidade e violência. Com relação aos recursos humanos, tivemos a aquisição de viaturas para diversos comandos e batalhões, forma resolvidos problemas de fardamento e dos coletes balísticos”, disse. “Embora curta, foi uma gestão com muitos avanços”, afirmou.

CURRÍCULO – Natural de Irati, no Centro-Sul do Estado, o coronel Péricles de Matos ingressou na Polícia Militar como cadete em 1986. Foi declarado aspirante a oficial em 1988 e depois de uma carreira de promoções contínuas, foi promovido ao posto de coronel, por merecimento, em abril de 2012.

Foi comandante do Comando de Operações Especiais (COE). Comandante da 5ª. Companhia do 17º. BPM em Almirante Tamandaré. Comandante do 16º Batalhão da Polícia Militar (BPM), em Guarapuava. Comandante do 19º. BPM em Toledo. Comandante do 6º Comando Regional da Polícia Militar (CRPM) em São José dos Pinhais, e foi sub-comandante geral da Polícia Militar. É o atual comandante do 1º. CRPM em Curitiba.

O coronel Péricles é formado no Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR) do Exército, na Escola de Formação de Oficias da Academia Policial Militar do Guatupê da Polícia Militar do Paraná e em Direito pela PUCPR, além de ter feito diversos cursos de capacitação no Brasil, Espanha e Estados Unidos.

Núcleos de chuva forte avançam sobre as regiões do PR nesta tarde de segunda. Veja o mapa

O radar meteorológico do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), desde Cascavel, indica a presença de chuvas em vários pontos do Paraná nesta tarde desegunda-feira (7). O deslocamento das áreas chuvosas é preferencialmente de oeste para leste. Nas próximas horas as chuvas devem se intensificar e podem ser acompanhadas de rajadas de ventos moderadas a ocasionalmente fortes em todas as regiões paranaenses. O alerta do Simepar foi postado no começo da tarde.

O começo de tarde desta segunda tem temperatura de 28ºC em Curitiba. Pela previsão do tempo do Simepar, a semana deve ser com pancadas de chuva todos os dias com temperaturas altas.

PRF flagra três mil motoristas acima da velocidade por dia no feriado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou 16.556 motoristas dirigindo acima do limite de velocidade durante o feriado prolongado de Ano Novo no Paraná.

O número equivale a mais de 3.000 flagrantes por dia de operação, que durou cinco dias.

Iniciada na sexta-feira (28), a Operação Ano Novo da PRF terminou no final da noite de ontem (1º). Sete pessoas morreram durante os cinco dias de operação. Outras 138 saíram feridas. A PRF atendeu 90 acidentes no estado.

Outros 610 motoristas foram autuados por ultrapassagem em locais proibidos.

Uma das velocidades mais altas capturada pelos radares portáteis da PRF foi de uma motocicleta a 194 km/h, na BR-277, em São José dos Pinhais, onde o limite é de 110 km/h.

Os policiais rodoviários federais também constataram 506 pessoas que não utilizavam o cinto de segurança e 141 crianças transportadas sem cadeirinha.

Entre as causas dos acidentes fatais estão a desatenção e o excesso de velocidade.

Balanço da Operação Ano Novo no Paraná:

– 7 mortos;
– 138 feridos;
– 90 acidentes;
– 116 flagrantes de embriaguez;
– 16.556 veículos em excesso de velocidade;
– 610 ultrapassagens proibidas;
– 141 crianças sem cadeirinha;
– 454 veículos recolhidos.

Carros batem de frente na BR-476 e três pessoas morrem em acidente

Três pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em um acidente, na noite de segunda-feira (31), na BR-476, entre Brasilândia e Assis Chateaubriand. Os carros bateram de frente depois que um deles tentou ultrapassar uma carreta, no sentido contrário.

O condutor, a passageira e uma jovem, que ocupavam um dos veículos, não resistiram aos ferimentos e morreram. No outro carro, as duas ocupantes tiveram ferimentos graves e foram levadas ao Hospital de Umuarama.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros realizaram o socorro. O Instituto Médico Legal (IML) recolheu os corpos.

Ratinho Jr toma posse como governador com discurso emocionado

O governador eleito Ratinho Junior (PSD) e o vice-governador eleito Darci Piana (PSD) tomaram posse na manhã desta terça (1) na Assembleia Legislativa. No discurso de posse, o governador falou sobre seus projetos para os próximos quatro anos para diversas áreas e chorou ao falar sobre a sua família.

Ratinho Junio, no primeiro discurso como governador, na Assembleia Legislativa, relembrou a carreira política. “Foi aqu (na Assembleia)i há 16 anos que comecei a consolidar o meu projeto. Foi nesse Plenário que comecei a compartilhar o meu sonho com os paranaenses e foi aqui que aprendi a consolidar a prática do diálogo, da democracia e do respeito”, disse. Ele ainda falou sobre seus planos para  áreas como agricultura, segurança pública, infraestrutura, turismo, saúde e educação  “Na educação, o aluno será o centro do processo de ensino. Vamos em busca do melhor IDEB. Será a nossa meta e o nosso desafio. Vamos melhorar a infra-estrutura para aproveitar melhor a vocação de sermos o celeiro do mundo”, disse.

Ratinho e o vice-governador, Darci Piana subiram a rampa principal de acesso ao plenário da Assembleia Legislativa (Alep). Lá foram recebidos pelo chefe do legislativo, Ademar Traiano (PSDB), e prestaram compromisso constitucional e assinaram o livro de posse.

Ao deixar a sessão, o governador passou em revista à tropa da Polícia Militar (PM), em frente à Assembleia, e seguiu para o Palácio Iguaço, logo em frente, onde foi recebido  pela governadora Cida Borghetti.

O embarque para Brasília acontecerá às 11 horas, no aeroporto Bacacheri, em Curitiba. O retorno está previsto para o mesmo dia, com o novo governo iniciando os trabalhos logo no dia 2 de janeiro.

Biografia de Ratinho Junior

Natural de Jandaia do Sul, do norte do Paraná, Ratinho Junior foi secretário do governo Beto Richa e o deputado estadual mais votado na história do Paraná. Além de político, é empresário, administrador de empresas e comunicador. Para vencer as eleições e garantir o comando do Estado até 31 de dezembro de 2022, pelo menos, ele somou 60% dos votos ainda no primeiro turno, derrotando outros nove concorrentes – entre eles a atual governadora, Cida Borghetti.

Com apenas 37 anos, ele será o segundo político mais jovem a assumir o governo do Estado, atrás apenas de Paulo Pimentel, que tomou posse em 1966 com pouco mais de 36 anos. Apesar da pouca idade, ele acumula a experiência de mais de 15 anos na política, iniciada em 2002, quando se elegeu deputado estadual pela primeira vez e que marca uma carreira meteórica em um Estado que como o próprio disse durante a campanha, foi governador durante décadas pelas mesmas “três ou quatro famílias”.

Abaixo, você confere uma série de fotos que retratam a solenidade de posse de governador. As imagens foram feitas por Franklin de Freitas, repórter fotográfico do Bem Paraná.

Tremor de 2,8 graus é registrado nos Campos Gerais, no Paraná

O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) confirmou o abalo sísmico na região dos Campos Gerais, no Paraná. Segundo informações do centro, o tremor teve magnitude de 2,8 graus.

O centro recebeu diversas mensagens e telefones de moradores informando sobre os tremores. O fato aconteceu na noite de quarta-feira (19).

Uma análise mais detalhada dos registros das estações da RSBR confirmou um pequeno sismo na cidade de Piraí do Sul (PR), ocorrido às 22:49:20. “Eventos como esse não são incomuns, como vocês sabem, podem acontecer todas as semanas em qualquer parte do país e dificilmente causam algum dano relevante”, afirma o Centro de Sismologia, em comunicado.

O sismograma da imagem mostra o registro do tremor na estação de Fartura/SP, distante mais ou menos 120km do epicentro.

Gostaria de fazer parte da nossa rede de amigos? Basta Clicar aqui!Sim, Eu Quero!