Idoso ou deficiente pobre que não se cadastrar em 15 dias terá BPC suspenso

Thâmara Kaoru

Do UOL, em São Paulo

Idosos e deficientes de baixa renda que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) têm mais 15 dias para fazer a inscrição no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais) do governo federal.

O cadastro deve ser feito até 31 de dezembro e é obrigatório. Quem não fizer a inscrição terá o benefício suspenso, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social.

Em 2016, o governo publicou um decreto determinando que idosos e deficientes do BPC precisam estar inscritos no CadÚnico para receber o benefício. Quem já fez a inscrição desde que o decreto foi publicado, não precisa fazer novamente.

As regras com os detalhes de como será a suspensão, que estavam previstas para sair no início de dezembro, ainda não foram publicadas no “Diário Oficial da União”.

Como fazer a inscrição no CadÚnico?

O cadastramento deve ser feito nos Cras (Centros de Referência da Assistência Social) ou nas secretarias de assistência social dos municípios. Clique aqui e veja os endereços dos Cras em São Paulo (para escolher outra cidade, clique no quadro azul no alto da página – “Alterar local”).

A inscrição também pode ser feita por outra pessoa que more na mesma casa do beneficiário do BPC, desde que leve os documentos de todos que residem com ele.

No CadÚnico ficam registradas informações como características da casa do beneficiário, a identificação e a escolaridade de cada pessoa que mora no local e a situação de trabalho e renda, por exemplo.

O que levar?

É obrigatório informar o número do CPF de todos os componentes da família. Segundo o ministério, para facilitar o cadastramento, a recomendação é levar também um comprovante de residência, bem como documentos pessoais de cada morador da casa.

Não lembra se fez a atualização?

É possível consultar a situação cadastral por meio da ferramenta Consulta Cidadão. Outra recomendação é procurar o Cras ou a secretaria de assistência social do seu município.

Quem tem direito ao BPC?

O BPC é um benefício assistencial da Lei Orgânica da Assistência Social para pessoas de baixa renda. Têm direito:

  • Idosos: com 65 anos ou mais
  • Pessoa com deficiência: qualquer idade. É preciso comprovar impedimentos de, no mínimo, dois anos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial.

É preciso que a renda por pessoa da família (do idoso ou do deficiente) seja menor do que um quarto do salário mínimo vigente (R$ 238,50, em 2018). É preciso ter residência fixa no Brasil.

Por se tratar de um benefício assistencial, não é necessário ter contribuído ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para ter direito. Porém, o segurado não recebe o 13º salário e não deixa pensão por morte.

Qual o valor do benefício?

Um salário mínimo (R$ 954, em 2018).

O que fazer se tiver o benefício suspenso?

Será preciso entrar com pedido de recurso no INSS em até 30 dias a partir da data da suspensão. O beneficiário poderá ser notificado pela rede bancária, por meio do Demonstrativo de Crédito de Benefício, ou por meio de carta com aviso de recebimento. Os detalhes sobre a suspensão ainda serão publicados em portaria do Ministério do Desenvolvimento Social.

Imagens e áudios mostram como quadrilha usou bombas e fuzis para invadir penitenciária e soltar presos no PR

Por RPC Curitiba, com informações do Fantástico.

Suspeito de abusos sexuais, João de Deus passa 1ª noite na prisão em GO

 

  • Giuliana Saringer, do R7*

João de Deus foi acusado de abuso sexual

Walterson Rosa/Folhapress – 12.12.2018

médium João de Deuspassou a primeira noite na cadeia na região metropolitana de Goiânia (GO), de domingo (16) para segunda-feira (17). Suspeito de abusos sexuais durante os atendimentos, João de Deus se entregou para a polícia ontem à tarde, mais de 24 horas após ter sua prisão decretada pela Justiça do Estado.

João de Deus está em uma cela individual e isolado dos demais detentos, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, denominado Núcleo de Custódia.

O tratamento especial foi negociado entre as autoridades e os advogados do médium, que usaram a idade e o estado de saúde de João de Deus como argumentos — o suspeito já passou por um câncer de estômago.

Paralelamente, os advogados Alberto Toron e Ronivan Peixoto Morais Júnior preparam para esta segunda-feira (17) um pedido de habeas corpus, na tentativa de que João de Deus possa cumprir prisão em casa.

Segundo a Polícia Civil, o médium se entregou em uma estrada vicinal, na BR-060, em Abadiânia (GO). João de Deus chegou no Deic (Delegacia de Investigação Criminal), em Goiânia, por volta das 18h de domingo (16).

A força-tarefa do MP-GO (Ministério Público de Goiás), que atua nas investigações do caso, garante que a prisão de João de Deus não vai interromper o trabalho dos promotores. O órgão afirma que vai continuar ouvindo as vítimas para produzir as denúncias a serem oferecidas contra o médium.

O pedido de prisão preventiva foi feito pelo Ministério Público, que já recebeu mais de 300 denúncias de mulheres que teriam sido sexualmente abusadas pelo médium. O processo corre em segredo de Justiça.

Assista abaixo à reportagem do Jornal da Record:

Entendimento da Justiça

O delegado-geral da Polícia Civil de Goiás afirma que João de Deus usava a fépara cometer os abusos contra as vítimas. O médium prestou depoimento por mais de 4 horas e não admitiu o crime. Segundo as autoridades, o médium será intimado novamente e a expectativa é de que mais mulheres tomem coragem de realizar denúncias contra o médium já que ele está em prisão preventiva.

Filha de João de Deus relata abusos que teria sofrido do médium

Por fim, o delegado André Fernandes disse ainda que o líder espiritual estava em “perfeito juízo” durante os questionamentos e que não teve nenhum problema de saúde. “Ele lembra das pessoas, explica o que aconteceu, como foi, ele estava em perfeito juízo”, afirmou.

promotora Maria Gabriela Manssur, responsável pela força-tarefa de São Paulo para ouvir as vítimas do médium, falou com o R7 após a prisão.

“Considero importantíssima [a prisão], uma resposta da Justiça para a sociedade”, diz. “Comprova que ele poderá oferecer risco à ordem pública e também intimidação às vítimas e testemunhas que estão procurando todos os ministérios públicos para fazer as denúncias, muitas delas com muito medo, intimidadas”, completa.

Ainda de acordo com a promotora a prisão serve para mostrar a gravidade das denúncias.“É uma resposta importante para mostrar que, de fato, são graves e estão sendo apurados com a maior garantia das vítimas possível.”

Entenda o caso

João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, está sendo acusado por diversas mulheres de abuso sexual durante os atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, interior de Goiás.

Após as primeiras denúncias contra o médium, o MP-Go (Ministério Público de Goiás) abriu uma força-tarefa, que conta com quatro promotores, seis delegados e duas psicólogas para atenderem o caso.

Na noite de quarta (12), a Promotoria de Justiça de Goiás solicitou a prisão preventiva do médium, cinco dias depois de as primeiras denúncias de abusos sexuais começarem a aparecer.

Em sua primeira aparição pública após as denúncias, na manhã de quarta-feira (12), João de Deus ficou cerca de 10 minutos na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, interior de Goiás. O médium e se disse inocente e declarou ainda que estava à disposição da Justiça.

Até a noite desta quinta-feira (13), a força-tarefa do MP-GO atendeu 330 mulheres.

Outro lado

O advogado criminalista Alberto Toron, que representa João de Deus, se posicionou sobre as acusações de abuso sexual contra o médium em entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo. Ele afirmou que o médium “nega e recebe com indignação a existência dessas declarações”.

“O que eu quero esclarecer, que me parece importante que se esclareça ao grande público, é que ele tem um trabalho de mais de 40 anos naquela comunidade, atendendo a todos os brasileiros, atendendo gente de fora do país, sem nunca receber esse tipo de acusação”, disse o advogado.

Ainda segundo Toron, João de Deus vai se apresentar à Justiça nos próximos dias para colaborar no que for necessário.

R7 tenta desde a segunda-feira (10) da semana passada ouvir o advogado, mas ainda não obteve resposta. Um novo contato foi realizado nesta quarta-feira (12), após o pedido de prisão. Uma entrevista com o médium também foi solicitada, também sem posicionamento do acusado.

* Com informações da Agência Brasil e da Agência Estado. 

Miss Universo 2018: candidata da Filipinas conquista a coroa

 

  • Pablo Marques, do R7

    Miss Fililipnas é a vencedora da edição 2018 do Miss Universo

    Athit Perawongmetha/Reuters – 17.12.2018

    A Miss Filipinas Catriona Gray foi a vencedora do Miss Universo 2018, nesta segunda-feira (17), em Bangkok, na Tailândia. Estavam na disputa pela coroa representantes de 94 países.

    A Miss África do Sul Tamaryn Green ficou em segundo lugar. A Miss Venezuela Sthefany Gutiérrez ficou em terceiro.

    A brasileira Mayra Dias passou para a semifinal, mas não foi uma das escolhidas dos jurados para seguir no concurso e ficou entre as top 20.

    A Miss Brasil era uma das favoritas para vencer o melhor traje típico com uma roupa inspirada no Festival de Parintins, mas perdeu para a Miss On-anong Homsombath, do Laos. A última vez que o Brasil ganhou o traje típico foi com a Miss Flávia Cavalcante, em 1989.

    Pela primeira vez na história, a comissão julgadora do Miss Universo foi composta apenas por mulheres.

Acidente entre caminhão e ônibus deixa morto e feridos na divisa com SP

REDAÇÃOO Bemdito16 de dezembro de 2018 18h43

Por conta de um engavetamento na PR-323, entre Sertanópolis e a divisa com o estado de São Paulo, um ônibus com placas de Cianorte atingiu a traseira de outro ônibus, com emplacamento de Campo Mourão, e invadiu a pista contrária, batendo de frente com um caminhão, no início da noite deste domingo (16).

O acidente ocorreu a poucos quilômetros de uma praça de pedágio.

Segundo informações preliminares, os passageiros dos ônibus seguiam para compras na capital paulista. O condutor do caminhão, que morreu na hora, ainda não teve a identidade divulgada.

O motorista do ônibus, João Antônio Santana, que reside em Cianorte, sofreu parada cardíaca e foi encaminhado para um hospital da região em estado grave.

Vários passageiros ficaram feridos e foram hospitalizados, sem risco à vida.

(colaboração: Noti-cia)

Foragido, João de Deus deve se entregar à polícia neste domingo

Agência Estado

Foragido da Justiça, João de Deus informou às autoridades que deve se entregar neste domingo (16), em Goiás. A data foi fixada há pouco, em negociação com a defesa.

O médium é suspeito de abusar sexualmente de mulheres que buscavam atendimento espiritual na Casa Dom Inácio de Loyola.

A Polícia Civil suspeita que ele esteja fora de Goiás. Nas negociações realizadas neste sábado (15), uma das hipóteses era de que agentes fossem até o local onde ele está para fazer a prisão e o transporte até Goiás.

Em virtude da idade e da natureza do crime de que é acusado, a expectativa é de que ele fique em uma cela individual. A prisão preventiva contra o líder espiritual foi decretada no fim da manhã de sexta-feira (14).

Integrantes do grupo destacado para fazer a investigação e as negociações, no entanto, ainda colocam em dúvida se o acerto será de fato cumprido.

Para eles, a defesa do médium deverá aguardar o resultado do pedido de habeas corpus. Se a medida for concedida antes de ele se apresentar, seria possível evitar um desgaste ainda maior para o médium, que atrai anualmente para a cidade goiana de Abadiânia 120 mil fiéis – 40% deles estrangeiros.

O advogado de defesa de João de Deus, Alberto Zacharias Toron, no entanto, assegurou em entrevista que seu cliente vai se entregar antes da apresentação do habeas corpus. A ação será proposta segunda.

Os relatos de abuso sexual vieram à tona há uma semana, quando o programa Conversa com Bial apresentou depoimentos de mulheres que se sentiram abusadas. Dois dias depois que os primeiros relatos foram divulgados, o Ministério Público e a Polícia Civil de Goiás formaram forças-tarefas para investigar os casos. Já foram coletados mais de 330 depoimentos. Desse total, 30 mulheres formalizaram até o momento as acusações.

Nesta semana, somente na cidade de Abadiânia, onde funciona a Casa Dom Inácio, foram iniciados três inquéritos. Eles se juntam a outros três que já haviam sido abertos antes de os depoimentos contra João de Deus serem divulgados na TV.

João de Deus não é visto publicamente desde quarta, quando visitou a casa Dom Inácio de Loyola e, em pronunciamento rápido, garantiu inocência e disse estar a disposição da Justiça. Depois de a prisão preventiva ser decretada, a Polícia Civil já percorreu mais de 20 endereços em busca do médium. Sua casa em Abadiânia, no entanto, ainda não foi alvo de buscas.

Outro lado

O advogado criminalista Alberto Toron, que representa João de Deus, se posicionou sobre as acusações de abuso sexual contra o médium em entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo. Ele afirmou que o médium “nega e recebe com indignação a existência dessas declarações”.

“O que eu quero esclarecer, que me parece importante que se esclareça ao grande público, é que ele tem um trabalho de mais de 40 anos naquela comunidade, atendendo a todos os brasileiros, atendendo gente de fora do país, sem nunca receber esse tipo de acusação”, disse o advogado.

Ainda segundo Toron, João de Deus vai se apresentar à Justiça nos próximos dias para colaborar no que for necessário.

R7 tenta desde segunda-feira (10) ouvir o advogado, mas ainda não obteve resposta. Um novo contato foi realizado nesta quarta-feira (12), após o pedido de prisão. Uma entrevista com o médium também foi solicitada, também sem posicionamento do acusado.

G. Jesus “ressurge” com apoio da família, se arrisca no inglês e faz planosCOMENTE

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING).

Gabriel Jesus começa a mostrar sinais de recuperação depois de decepcionar na Copa da Rússia, sofrer para curar a frustração com seu desempenho no Mundial e perder espaço no Manchester City. O ressurgimento do atacante de 21 anos acontece com companhia especial: a família do jogador está em Manchester para celebrar as festas de fim ano, e acompanhou a atuação que lhe rendeu o prêmio de melhor em campo na vitória por 3 a 1 sobre o Everton, no Estádio Etihad, no último sábado (15), quando marcou dois gols.

A retomada do bom momento ainda o levou a arriscar algo até então inédito: por iniciativa própria e às vésperas de completar em janeiro dois anos na Inglaterra, ele concedeu as primeiras entrevistas em inglês depois do último triunfo. Conversou com as emissoras britânicas detentoras dos direitos de transmissão da Premier League, Sky Sports e BBC, sem precisar do auxílio de um tradutor, que já estava a postos.

Reprodução

“Minha confiança está de volta porque minha família está aqui (em Manchester), e isso me ajuda muito. Eu preciso deles neste momento”, disse.

Segundo apurou o UOL Esporte, a falta de oportunidades, antes do titular Sérgio Agüero ter sobrecarga muscular, não fez Gabriel Jesus cogitar mudar de clube em busca de mais minutos em campo. Embora estivesse incomodado com a situação, o ex-palmeirense adora o clube e a cidade. A amigos, comenta os planos que tem para a casa nova, fora do centro de Manchester, para onde se mudou depois da Copa.

A residência, mais espaçosa do que os dois apartamentos anteriores onde morou, acolhe os membros da família, como a mãe Vera Lucia, os irmãos Caique e Felipe e o inseparável amigo Higor. O xodó da casa é o sobrinho Miguel, de 2 anos, filho de Caique e que já assistiu ao tio deixar a sua marca na primeira visita a Manchester – Miguel entrou em campo no colo de Gabriel no último sábado.

“O Mimi é pé quente demais”, escreveu nas redes sociais o centroavante da seleção.

A oscilação do brasileiro gerou diversos questionamentos da imprensa inglesa a Josep Guardiola nas últimas semanas.

“Não podemos esquecer que os jogadores também são seres humanos e há muitos que têm talento e podem passar por uma má fase por questões pessoais. Por isso que o Gabriel sente que, com a família aqui, ele estará mais tranquilo”, disse o treinador. “Eu não poderia viver sem a minha família. Essa ajuda é boa para ele, mas sempre o vi como um cara bom de vestiário. Está sempre conversando, brincando e rindo com o Bernardo (Silva, português) e especialmente com os brasileiros”.

“Também gostei de vê-lo se comunicar em inglês pela primeira vez com a imprensa. Insisto que eles aprendam o idioma, porque algumas vezes sinto que ele não entende quando falo em inglês. É ótimo ver que o inglês dele está muito melhor”.

Com sete gols em 21 jogos, Gabriel Jesus voltará a ter a sombra de Sérgio Agüero para a partida desta terça com o Leicester City, fora de casa, às 17h45 de Brasília. Recuperado, o argentino já ficou no banco no triunfo sobre o Everton.

Mais Médicos recebe até hoje inscrições de formados no exterior

Os candidatos brasileiros e estrangeiros formados no exterior (sem registro no Brasil) têm até este domingo (16) para enviar a documentação comprobatória para o Programa Mais Médicos. Segundo o Ministério da Saúde, as inscrições foram prorrogadas após picos de instabilidade do site do programa, o que dificultou o acesso dos candidatos ao sistema de inscrição.

No último balanço divulgado pela pasta, na quinta-feira (13), 6.634 profissionais brasileiros ou estrangeiros formados no exterior completaram a inscrição no Programa Mais Médicos. O médico que iniciar o processo tem até 24 horas para finalizar o envio da documentação para validação da inscrição. Ao todo, são 17 documentos, entre eles, o de reconhecimento da instituição de ensino pela representação do país onde os médicos obtiveram a formação.

Com o novo cronograma, os profissionais com registro (CRM) no Brasil também terão até 18 de dezembro para apresentação nas cidades selecionadas. O início da atuação deve ser estabelecido junto ao gestor local.

As próximas etapas do programa seguirão um novo cronograma:

Até 18/12 – Apresentação dos médicos com CRM Brasil nos municípios

De 20/12 a 21/12 – Médicos com CRM Brasil escolhem municípios com vagas disponíveis

De 27/12 a 28/12 – Médicos brasileiros formados no exterior escolhem municípios com vagas disponíveis

De 3/1 a 4/1/19 – Médicos estrangeiros formados no exterior escolhem municípios com vagas disponíveis.

IPVA 2019: no Paraná proprietários terão prazo maior para pagar à vista

 

IPVA 2019 em cota única (à vista). O prazo será entre os dias 24 e 30 de janeiro de 2019, variando de acordo com os números finais da placa.

IPVA 2019: calendário do Paraná

Confira abaixo a tabela com os finais da placa e prazos de pagamento do IPVA 2019:

Calendário IPVA 2019 do Paraná. (Imagem: Divulgação/Agência Estadual de Notícias)

Prazos pagamento do IPVA 2019

O prazo para pagamento da primeira cota também teve um pequeno aumento. Em 2019 será entre os dias 24 a 30 de janeiro. Em 2018 o prazo foi de 22 a 26 de janeiro. Caso opte pelo pagamento à vista do IPVA 2019, o contribuinte terá um desconto de 3% no valor final.

Pagamento Parcelado

Já o contribuinte que preferir dividir o pagamento do IPVA 2019 em três vezes deverá ficar atento aos prazos, de acordo com a tabela acima. O pagamento da primeira cota será entre os dias 24 e 30 de janeiro; o da segunda cota será entre os dias 21 e 27 de fevereiro e a terceira e última deverá ser quitada entre os dias 21 e 27 de março de 2019, de acordo com os números finais das placas.

Guia de Recolhimento do IPVA 2019
Os proprietários de veículos automotores do Paraná terão um prazo maior para pagar o IPVA 2019. (Foto: Divulgação/ANPr)

Os contribuintes receberão em casa uma correspondência, contendo a Guia de Recolhimento para pagamento em cota única (à vista) do IPVA 2019. Quem optar por parcelar o IPVA em três cotas, deve entrar no Portal da Secretaria da Fazenda e imprimir as guias de recolhimento.

O pagamento também poderá ser feito usando somente o número do Renavam nos bancos credenciados: Banco do Brasil, Bancoob, Bradesco, Itaú, Rendimento, Santander e Sicredi.

Desconto Nota Paraná

Em 2019, 127.664 proprietários de veículos utilizaram os créditos do Nota Paraná para quitar ou reduzir o valor do IPVA 2019, ocasionando uma economia de mais de R$ 15,5 milhões aos bolsos dos contribuintes, valor 17,3% maior do que o registrado no ano anterior.

Proprietários de veículos puderam reduzir o valor do IPVA 2019 participando do Nota Paraná. (Foto: Reprodução/Site Nota Paraná)

Os contribuintes que, mesmo transferindo os créditos do Nota Paraná, não conseguiram quitar o IPVA 2019 integralmente, receberão a Guia de Recolhimento com a diferença, que também poderá ser quitada à vista, aproveitando o desconto de 3% ou dividido em três cotas.

DPVAT 2019

O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), vinculado ao Ministério da Fazenda, aprovou nesta quinta-feira (13) a redução média de 63,3% do valor do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos (DPVAT) 2019.

As diminuições DPVAT 2019 do serão relativas com o tipo de veículo do segurado:

Automóveis particulares, táxis e carros de aluguel, veículos ciclomotores e máquinas de terraplanagem, tratores, caminhões, pick-ups, reboques e semirreboques terão o DPVAT 2019 reduzido em 71%;

Os ônibus, micro-ônibus e lotações terão o seguro reduzido em 79%;

As motocicletas e motonetas, que estão envolvidas na maior parte dos acidentes de trânsito, o DPVAT 2019 cairá menos e ficará 56% mais barato.

MP-GO convoca promotora de férias para reforçar força-tarefa que apura denúncias contra João de Deus

Por Paula Resende,

Defesa de João de Deus quer que médium retome atendimentos

O Ministério Público de Goiás convocou a titular da promotoria de Abadiânia, Cristiane Marques, que estava de férias, para reforçar a força-tarefa que investiga as acusações de abuso sexual contra João de Deus. Até quinta-feira (13), 330 mulheres denunciaram o médium ao órgão. Ele nega os crimes.

O jornal “O Globo”, a TV Globo e o G1 têm publicado nos últimos dias relatos de dezenas de mulheres que se sentiram abusadas sexualmente pelo médium. Não se trata de questionar os métodos de cura de João de Deus ou a fé de milhares de pessoas que o procuram.

A força-tarefa que investiga as denúncias contra João de Deus começou o trabalho de investigação na segunda-feira (10), depois que o programa Conversa com Bial divulgou o relato de 10 mulheres que disseram ter sido abusadas sexualmente pelo médium.

João de Deus é suspeito de abuso sexual  — Foto: Reprodução/ TV AnhangueraJoão de Deus é suspeito de abuso sexual  — Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

João de Deus é suspeito de abuso sexual — Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

Para atender às mulheres que não moram em Goiás, o MP-GO preparou uma sala de videoconferência. Nela, ficam os promotores de Goiás que participam da força-tarefa, duas psicólogas e dois tradutores de línguas estrangeiras.

“Temos casos fora do Brasil, por isso, temos a necessidade de acompanhamento para ajudar a gente a esclarecer todas essas situações”, afirma o procurador-geral do órgão, Benedito Torres.

Compõem a força-tarefa.

  • Cristiane Marques – promotora de Abadiânia;
  • Steve Gonçalves Vasconcelos – promotor de Alexância que estava em substituição na promotoria de Abadiânia;
  • Luciano Miranda Meireles – coordenador do Centro de Apoio Operacional (CAO) Criminal;
  • Paulo Eduardo Penna Prado – subcoordenador do CAO Criminal;
  • Patrícia Otoni Pereira – coordenadora do CAO dos Direitos Humanos;
  • Gabriella de Queiroz Clementino – integrante do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Psicólogas:

  • Liliane Domingos Martins
  • Lícia Nery Fonseca

Pedido de prisão

O MP-GO protocolou, no fim da tarde de quarta-feira (12), o pedido de prisão preventiva de João de Deus, após a força-tarefa receber centenas de denúncias de supostas vítimas do médium.

O pedido deve ser analisado pelo juiz Fernando Chacha, que é responsável pela comarca de Abadiânia. A assessoria do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) informou ao G1 que não pode confirmar nenhuma informação porque o caso está em segredo de Justiça.

Advogado de João de Deus, Alberto Toron disse, na quinta-feira (13), que ainda não foi comunicado oficialmente sobre o pedido e que seu cliente segue à disposição da Justiça para quaisquer esclarecimentos.

“Eu fui informado apenas pela imprensa, não recebi qualquer comunicação oficial, não conheço o teor do suposto pedido e, portanto, a única coisa que posso dizer é que o João de Deus voltou para Abadiânia e está à disposição da Justiça, como sempre esteve. Não me parece que haja qualquer necessidade da decretação da prisão preventiva. Por hora, é tudo que eu posso dizer”, afirmou.

G1 GO

Gostaria de fazer parte da nossa rede de amigos? Basta Clicar aqui!Sim, Eu Quero!