Odontologia Municipal realiza ação de prevenção e promoção de saúde bucal nas escolas municipais

A Secretaria de Saúde por meio do Departamento de Odontologia, em parceria com a Secretária de Educação, vem promovendo atividades nas Escolas Municipais que visam a prevenção e promoção de saúde bucal dos alunos.
Na manhã de ontem (10/04) os alunos da Escola Municipal Erik Andersen receberam a equipe de dentistas do Município para aprenderem sobre as formas corretas de realizar a higiene bucal e mostrar para as crianças as doenças que podem desenvolver acaso não cuidem corretamente de seus dentes.
Os alunos da Escola puderam aprender na prática. Foram distribuídas escovas para cada um dos alunos para que eles pudessem realizar o procedimento de escovação que foi ensinado pelos dentistas.
A odontóloga Jéssica Roncada ressaltou a importância que o projeto possui para o município, uma vez que o Brasil é um dos países que apresenta dos maiores índices de doença da cárie “O empenho da odontologia é voltado, principalmente, para a prevenção dessas doenças bucais, que se trata de um mecanismo simples, barato e eficaz de atencão a saúde. Além disso, é essencial ensinar e motivar hábitos de higiene bucal as crianças, com a finalidade de esclarecer os males sobre as doenças bucais e dessa forma, mudar os hábitos de higiene”.
Essa ação possibilita que os profissionais identifiquem e notifiquem os responsáveis enviando um bilhete de aviso por meio dos alunos se será necessário buscar tratamento odontológico.
Odontologia Municipal realiza ação de prevenção e promoção de saúde bucal nas escolas municipais

 Galeria de Fotos

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão por ofensas a deputada

O apresentador Danilo Gentili foi condenado nesta quarta-feira (10/4) a seis meses e 28 dias de prisão, em regime semiaberto, pelo crime de injúria contra a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). A sentença foi assinada pela juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo. O humorista poderá recorrer em liberdade.
O caso pelo qual Danilo foi condenado aconteceu em 22 de março de 2016. Na ocasião, ele publicou um vídeo rasgando e esfregando nas partes íntimas uma correspondência oficial enviada por Maria do Rosário. De acordo com a juíza, ficou provado que Danilo ofendeu “a dignidade ou o decoro” da deputada, “atribuindo-lhe a alcunha de ‘puta’, bem como expôs, em tom de deboche, a imagem dos servidores públicos federais e seu respectivo órgão, ou seja, a Câmara dos Deputados”.
A magistrada rechaça ainda a alegação da defesa de que não houve intenção de ofender a deputada, por se tratar de uma peça humorística. “Se a intenção do acusado não fosse a de ofender, achincalhar, humilhar, ao ser notificado pela Câmara dos Deputados, a qual lhe pediu apenas que retirasse a ofensa de sua conta do Twitter, o acusado poderia simplesmente ter discordado ou ter buscado a orientação jurídica de advogados para acionar pelo que entendesse ser seu direito”, sustenta.
Após a decisão, Danilo publicou uma mensagem em suas redes sociais, ironizando a condenação: “Quem vai me levar cigarro?”.

Senado aprova projeto que muda faixas de consumo para cidadão ter desconto na conta de luz

Senado aprovou nesta quarta-feira (10) um projeto que modifica as faixas de consumo e os percentuais de desconto aplicados aos beneficiários da Tarifa Social de Energia Elétrica.

Com a aprovação, o texto seguirá para análise da Câmara dos Deputados.

A Tarifa Social de Energia Elétrica prevê descontos na conta de luz para famílias de baixa renda. Os descontos são variáveis, de acordo com a parcela de consumo.

Tarifa Social de Energia Elétrica

Consumo/mês Desconto O que diz a proposta Desconto
Igual ou inferior a 30 kWh 65% até 50 kWh/mês 70%
de 31 kWh a 100 kWh 40% 51 kWh a 150 kWh/mês 50%
101 kWh a 220 kWh 10% 151 kWh a 250 kWh/mês 20%
acima de 220 kWh sem desconto acima de 250 kWh/mês sem desconto

Pela legislação atual, para ter direito à Tarifa Social, é preciso atender a pelo menos uma das seguintes condições:

  • os moradores da unidade consumidora devem pertencer a uma família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional;
  • ter entre os moradores (da unidade consumidora) quem receba o benefício de prestação continuada da assistência social (BPC).

Homem é preso no Paraná suspeito de agredir e manter mulher em cárcere privado por 4 dias

Um homem, de 29 anos, foi preso em flagrante suspeito de agredir e manter a companheira, de 38 anos, em cárcere privado durante quatro dias, de acordo com a Polícia Civil.

Segundo a polícia, o caso ocorreu entre os dias 1º e 4 de abril. Juliano Froggel foi preso na sexta-feira (5), em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba.

As agressões começaram em um alojamento para trabalhadores em uma cidade do interior de São Paulo, onde o casal foi trabalhar em uma lavoura, segundo a vítima Silvia Cristina dos Santos.

“Ele saiu de casa são com os caras e daí chegou em casa de noite bêbado. Aí ele pediu minha ajuda pra levar ele pra dentro. Daí eu levei ele pra dentro e começaram as agressões. Ele mordeu aqui no meu rosto, foi onde ele pegou, né. Depois ele pegou no braço. Daí ele acendia o cigarro e ponhava assim [no braço]. Fazia eu comer o cigarro”, contou.

A mulher passou quatro dias machucada, em cárcere privado, e sem poder pedir ajuda. Ao voltar para Almirante Tamandaré – para a casa onde moravam – a mulher disse que passou a ser ameaçada.

Ela afirmou que estava proibida de sair de casa e de contar que tinha sido agredida. A mãe da vítima disse ter estranhado o sumiço da filha e pediu para que outro filho fosse até a casa – onde o casal morava há três meses – ver o que estava acontecendo.

Quando chegou ao local, o irmão encontrou a vítima sozinha, com marcas de agressões pelo corpo. De lá, foram direto para a delegacia. “Saiu inteira de casa e depois você vê ela de um jeito que não era ela, o rosto dela”, contou a mãe.

O suspeito disse à polícia que deu dois tapas na mulher, mas que não a machucou. Segundo a polícia, ele afirmou que ela se machucou ao cair e que não a impediu de sair de casa. Ele também negou as ameaças.

“Falou que se eu saísse ou falasse com alguém ele vinha aqui e matava minha mãe e meus filhos. Por isso que eu não pedia socorro lá”, disse a vítima.

De acordo com o delegado Ademair Braga Junior, o homem, que está preso preventivamente (por tempo indeterminado), deve ser indiciado por tentativa de feminicídio agravada por tortura e cárcere privado.

“Mesmo que essa pessoa esteja em movimento, em aparente liberdade, na verdade está sendo coagida a demonstrar o que de fato não existe, essa suposta liberdade”, disse o delegado.

Garotinha que estava desaparecida é encontrada morta em Guaíra

A pequena Sara Emanuela, de apenas oito anos, foi encontrada morta dentro de um saco de lixo, em Guaíra.
Sara desapareceu no fim da tarde de ontem (10), e logo após a família iniciou as buscas.
Conforme as informações de familiares, o corpo da menina foi encontrado nesta madrugada dentro de um saco de lixo no quintal da casa do suspeito.
O suspeito de praticar o crime é um adolescente de 17 anos, primo da vítima. Ele foi apreendido e teria confessado o crime e utilizou uma faca para tirar a vida de Sara.

Homem é preso pela PM enquanto estuprava jovem desacordada

Um homem de 42 anos foi preso em flagrante pela Polícia Militar enquanto estuprava uma jovem de 22 anos, na madrugada desta quinta-feira (11). O caso de abuso foi registrado na Rua Visconde do Rio Branco, no Bairro Neva, em Cascavel.

A PM foi acionada após vizinhos avistarem o homem arrastando a vítima para um matagal aos fundos de uma escola municipal. Quando a equipe policial chegou ao local, encontrou o suspeito estuprando a jovem, que estava desacordada. Tanto a vítima quanto o estuprador estavam seminus quando os militares flagraram a situação.

Ao avistar os policiais, o homem ainda tentou correr, mas foi detido em flagrante. Socorristas do Siate foram acionados para prestar atendimento à vítima, que estava com sinais de embriaguez. Ela foi encaminhada à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Tancredo Neves.

Ainda conforme a PM, o suspeito estava bastante alterado e não repassou informações à equipe policial. Ele sequer revelou seu nome, dizendo apenas que morava nas proximidades do local.

O detido foi autuado em flagrante por estupro e encaminhado a 15ª (Subdivisão Policial). A Polícia Civil deve assumir as investigações do caso e averiguar todas as circunstâncias sobre o crime.

Com motosserra, homem ataca familiares em residência (vídeo)

Uma discussão quase terminou em tragédia na madrugada de quarta-feira (10), após um homem atacar familiares com uma motosserra. A confusão aconteceu em uma residência na esquina das ruas Cuiabá e Marechal Deodoro, no Bairro Neva, em Cascavel. Quatro pessoas ficaram feridas.

De acordo com a Polícia Militar, os envolvidos estavam bebendo na residência quando a briga iniciou. O homem, então, pegou uma motosserra e partiu para cima de familiares. Ele tentou ligar o equipamento, mas sem sucesso. Mesmo assim, o agressor desferiu golpes contra pessoas que estavam no local.

Duas mulheres, de 29 e 31 anos, foram atendidas por socorristas do Siate e encaminhadas à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Tancredo Neves. A primeira vítima sofreu um corte no pé, enquanto a segunda apresentava um corte no punho. Outros dois homens também ficaram feridos na confusão, mas recusaram encaminhamento ao hospital.

Ainda conforme a PM, nenhuma das vítimas quis representar contra o agressor e, por esse motivo, ele não foi detido.

 

Tradicional loja do Paraguai fecha as portas após 49 anos de funcionamento

Uma das primeiras lojas de Cidade do Leste fechou as portas definitivamente na terça-feira (09). A Casa China, em operação desde 1970, anunciou em um comunicado que está encerrando suas atividades após anos em operação.

O aviso pegou de surpresa moradores do Paraguai e consumidores brasileiros que costumavam fazer compras no local. Cerca de 300 trabalhadores devem perder o emprego.

Em nota, os proprietários qualificam a decisão como muito difícil e que foi tomada pela família. A loja informa ainda, que as mercadorias em consignação serão devolvidas e as contas em aberto serão quitadas.

Campanha de Vacinação Contra a Gripe começa hoje (10).

Hoje dia 10 de abril a Secretaria Municipal de Saúde inicia a Campanha de Vacinação contra a Gripe.
 
O clima quente começa se despedir e o vento fresco que tem soprado sobre Guaíra, traz de volta as gripes e resfriados. Devido isso ações de prevenção às doenças típicas do inverno passam a ser prioridades para sistema de Saúde.
 
Como em todos os anos o Ministério da Saúde lança a Campanha contra a Gripe e convoca alguns grupos da população a se vacinarem com objetivo de minimizar a proliferação do vírus da gripe.
 
A campanha esse ano tem início amanhã, dia 10 de abril, termina no dia 31 de maio e está dividida em duas etapas. Na primeira fase, que vai de 10/04 até 22/04, estão convocados a se vacinarem, crianças a partir de seis meses até 5 anos e 11 meses, gestantes e puérperas.
 
A coordenadora municipal da Saúde Primária, Simone Mikos, alerta que essa divisão é ordem do Ministério da Saúde e deverá ser respeitada. O Secretário Municipal de Saúde, Marcos Rigolon, enfatiza a ação especial que a Secretaria de Saúde organizou para o sábado dia 13/04, onde as Unidades Básicas de Saúde e a Sala de Vacinação Central estarão abertas para atender a demanda de vacinas das 7 horas até as 13 horas. Crianças de 6 meses e menores que 6 anos , gestantes e Puérperas devem procurar a Sala de vacinas o quanto antes e se durante a semana não der, no sábado dia 13/04 haverá atendimento especial das 7h às 13 horas.
 
Na segunda etapa, do dia 22/04 à 31/05, também haverá um dia D para atender o público específico determinado pelo Ministério da Saúde. O dia D será no dia 04 de maio das 8horas às 17 horas também nas Unidades Básicas de Saúde e na Sala de Vacinas Central. Nessa fase estão convocados a se vacinar: trabalhador de saúde: todos os trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, povos indígenas: indivíduos com 60 anos ou mais de idade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independe da idade (obrigatório prescrição médica com motivo da indicação da vacina) e professores das escolas públicas e privadas.
 
 
A gripe propaga-se facilmente e é responsável por elevadas taxas de hospitalização. Idosos, crianças, gestantes e pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, ou imunodeficiência são mais vulneráveis aos vírus.
 
 
Se não for tratada a tempo, a gripe pode causar complicações graves e levar à morte, principalmente nos grupos de alto risco, como pessoas com mais de 60 anos, crianças menores de cinco anos, gestantes e doentes crônicos.
 
 
A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz.
 
Para proteger-se contra a infecção ou evitar a transmissão do vírus, recomenda-se além da vacinação: lavagem das mãos com água e sabão ou desinfetá-las com produtos à base de álcool, evitar aglomerações e o contato com pessoas doentes; não compartilhar copos, talheres ou objetos de uso pessoal.
 
Gripe pode matar. Fique ligado no cronograma da Secretaria Municipal de Saúde e se tiver dúvidas procure o posto de saúde do seu bairro. 

Maior chuva em 22 anos no Rio causa 10 mortes, deixa bairros submersos e provoca destruição

Maior tempestade em 22 anos provoca mortes e desespero no Rio

A tempestade que caiu no Rio de Janeiro na noite desta segunda-feira (8), e que voltou em alguns momentos da terça (9), deixou ao menos dez mortos. Segundo o sistema Alerta Rio, da Prefeitura, a chuva que começou segunda e foi até terça é a maior em 22 anos.

Sete das vítimas estavam na Zona Sul, entre elas a avó e a neta que tentaram fugir da chuva num táxi (veja quem são) e três na Zona Oeste (dois em Santa Cruz e outro no Jardim Maravilha).

De manhã, houve chuva forte em vários pontos e o Túnel Rebouças — que liga as Zonas Sul e Norte — foi fechado. A ciclovia Tim Maia, na Avenida Niemeyer, caiu pela 4ª vez. Dezenas de ruas foram bloqueadas e, com o risco de queda de barreiras, outras dezenas de sirenes foram acionadas.

Mais um trecho da ciclovia Tim Maia desabou ontem no Rio de Janeiro — Foto: Daniel Castelo Branco/Agência O Dia/Estadão Conteúdo/Mais um trecho da ciclovia Tim Maia desabou ontem no Rio de Janeiro — Foto: Daniel Castelo Branco/Agência O Dia/Estadão Conteúdo/

Mais um trecho da ciclovia Tim Maia desabou ontem no Rio de Janeiro — Foto: Daniel Castelo Branco/Agência O Dia/Estadão Conteúdo/

Ao longo da tarde, a chuva diminuiu. Ainda assim, bairros inteiros já estavam tomados pela água: na Zona Oeste, moradores se locomoviam em barcos e até de motos aquáticas.

O Globocop sobrevoou regiões como o Jardim Maravilha, na mesma região, onde os moradores pediam socorro à aeronave. As casas ficaram alagadas até a cintura.

Ruas alagadas no Jardim Maravilha, em Guaratiba — Foto: Reprodução/TV GloboRuas alagadas no Jardim Maravilha, em Guaratiba — Foto: Reprodução/TV Globo

Carros submersos, árvores derrubadas... as imagens impressionantes do temporal no RJ

Carros submersos, árvores derrubadas… as imagens impressionantes do temporal no RJ

Táxi em que estavam avó, neta e motorista foi retirado da lama pelos bombeiros após deslizamento — Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

Bombeiros resgatam corpo de morador que estava desaparecido no Morro da Babilônia — Foto: Betinho Casas Novas/Futura Press/Estadão ConteúdoBombeiros resgatam corpo de morador que estava desaparecido no Morro da Babilônia — Foto: Betinho Casas Novas/Futura Press/Estadão Conteúdo

Bombeiros resgatam corpo de morador que estava desaparecido no Morro da Babilônia — Foto: Betinho Casas Novas/Futura Press/Estadão Conteúdo

Bombeiros acham táxi soterrado — Foto: Daniel Silveira/G1Bombeiros acham táxi soterrado — Foto: Daniel Silveira/G1

Bombeiro com máscara de mergulho se aproxima de carro submerso no mergulhão da Barra — Foto: Lívia Torres/TV Globo

Bombeiro com máscara de mergulho se aproxima de carro submerso no mergulhão da Barra — Foto: Lívia Torres/TV Globo

Vítimas

  1. Guilherme N. Fontes, 30 anos, na Gávea;
  2. Doralice do Nascimento, 55 anos, no Leme;
  3. Gerlaine do Nascimento, 53 anos, no Leme;
  4. Gilson, no Leme;
  5. Leandro Ramos Pereira, de 40 anos, em Santa Cruz;
  6. Marcelo Tavares, taxista, em Botafogo;
  7. Lucia Xavier Sarmento Neves, 63 anos, no carro de Marcelo;
  8. Júlia Neves Aché, 6 anos, neta de Lúcia, que estava ao lado dela;
  9. Homem não identificado, encontrado no Jardim Maravilha;
  10. Reginaldo Exidro da Silva, em Santa Cruz;

Bombeiros trabalham em local onde há um táxi soterrado em Botafogo, na Zona Sul do Rio — Foto: Wilton Junior/Estadão ConteúdoBombeiros trabalham em local onde há um táxi soterrado em Botafogo, na Zona Sul do Rio — Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

Deslizamento de terra no Morro da Babilônia, no Leme, no Rio de Janeiro (RJ), deixa dois mortos na madrugada desta terça-feira (9). A tempestade que caiu no Rio de Janeiro na noite desta segunda-feira (8) deixou três mortos: um homem na Gávea e duas irmãs no Leme. A terça-feira (9) começou com mais chuva — Foto: JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Deslizamento de terra no Morro da Babilônia, no Leme, no Rio de Janeiro (RJ), deixa dois mortos na madrugada desta terça-feira (9). A tempestade que caiu no Rio de Janeiro na noite desta segunda-feira (8) deixou três mortos: um homem na Gávea e duas irmãs no Leme. A terça-feira (9) começou com mais chuva — Foto: JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Mortes no Leme

No início da madrugada, um deslizamento de terra atingiu o Morro da Babilônia, no Leme, matando duas irmãs, que eram vizinhas. Um homem também foi resgatado. Informações iniciais apontam que ele teria ido resgatar as irmãs.

Os volumes registrados entre o fim da tarde de segunda e o início da manhã de terça superam os índices pluviométricos do temporal de 6 e 7 de fevereiro, quando seis pessoas morreram. No Jardim Botânico, por exemplo, caiu o dobro de água.

Morte na Gávea

Na noite de segunda, o temporal alagou ruas, derrubou árvores e destruiu carros. Segundo o comando do 23º Batalhão de Polícia Militar (Leblon), o corpo de um homem foi achado na Gávea, Zona Sul, debaixo de um carro. Na manhã desta terça, os bombeiros o identificaram como Guilherme N. Fontes, de 30 anos.

A causa da morte ainda não foi divulgada. Segundo testemunhas, Guilherme morreu afogado ao cair de moto, ser arrastado pela água que descia da Avenida Marquês de São Vicente, uma das principais do bairro, e ficar preso debaixo de um carro.

Mortes em Santa Cruz

De acordo com parentes, Leandro Ramos Pereira, de 40 anos, levou um choque enquanto limpava o ralo da residência em que morava, na Zona Oeste. Um outro homem foi encontrado em Antares, também em Santa Cruz, na tarde de terça.

Morte no Jardim Maravilha

O Corpo de Bombeiros encontrou o corpo de um homem no Jardim Maravilha, na Zona Oeste. Ainda não há detalhes.

Carro submerso no mergulhão da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio — Foto: Lívia Torres/TV GloboCarro submerso no mergulhão da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio — Foto: Lívia Torres/TV Globo

Carro submerso no mergulhão da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio — Foto: Lívia Torres/TV Globo

Estágio de crise

Chuva provoca caos no trânsito do Rio

Chuva provoca caos no trânsito do Rio

A cidade entrou em estágio de atenção às 18h35 de segunda. Às 20h55, passou para o estágio de crise — o mais grave de três níveis de risco, segundo o Alerta Rio, sistema da prefeitura.

Em 4 horas, choveu mais que o dobro da média para todo o mês de abril em alguns bairros do Rio — Foto: Reprodução/ClimatempoEm 4 horas, choveu mais que o dobro da média para todo o mês de abril em alguns bairros do Rio — Foto: Reprodução/Climatempo

Em 4 horas, choveu mais que o dobro da média para todo o mês de abril em alguns bairros do Rio — Foto: Reprodução/Climatempo

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê mais chuvas fortes com trovoadas até as 10h desta terça. A prefeitura recomenda que a população somente se desloque “em caso de extrema necessidade”.

Aulas suspensas

Devido aos estragos, que provocam dificuldade de deslocamento, além do risco de mais chuva, a prefeitura e o estado determinaram o cancelamento das aulas nas escolas da rede.

Escolas particulares e universidades, como a PUC-Rio, também divulgaram que não terão aulas.

Nesta quarta (10), o governo do estado e a prefeitura anunciaram a retomada das aulas.

Carros 'boiando' na rua Jardim Botânico, Zona Sul do Rio  — Foto: Reprodução/Redes SociaisCarros 'boiando' na rua Jardim Botânico, Zona Sul do Rio  — Foto: Reprodução/Redes Sociais

is

Carros arrastados pela chuva na rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Carros arrastados pela chuva na rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Niemeyer fechada

Em entrevista à TV Globo, o prefeito Marcelo Crivella disse que a chuva foi “atípica” e a Zona Sul foi a região mais atingida. O prefeito, que se reuniu com secretários no Centro de Operações, disse que órgãos da prefeitura vão atuar para liberar as regiões com maiores problemas.

Crivella pediu ainda que a população evite ir até a Zona Sul da cidade nesta terça. O prefeito informou ainda que a Avenida Niemeyer, fechada após o temporal e a queda de novo trecho da ciclovia, deve seguir interditada.

Ciclovia desaba de novo

Por volta das 22h de segunda, um trecho da ciclovia Tim Maia caiu. Foi o quarto desabamento desde que ela foi inaugurada, em 2016. No primeiro, em abril do mesmo ano, duas pessoas morreram quando uma onda destruiu a via durante uma ressaca.

Em fevereiro do ano passado, em outro trecho, próximo ao túnel que liga São Conrado à Barra, também houve um desabamento. Em fevereiro deste ano, outra queda parcial, desta vez sem vítimas, durante outro temporal no Rio.

Parte da Ciclovia na Avenida Niemeyer desaba com chuva

Av. Maracanã, na Zona Norte, em frente ao Shopping Tijuca — Foto: Reprodução Redes Sociais Av. Maracanã, na Zona Norte, em frente ao Shopping Tijuca — Foto: Reprodução Redes Sociais

Av. Maracanã, na Zona Norte, em frente ao Shopping Tijuca — Foto: Reprodução Redes Sociais

O estágio de crise é o terceiro nível em uma escala de três e significa “previsão de chuva forte, ocasionalmente muito forte nas próximas horas, podendo causar múltiplos alagamentos e deslizamentos, e transtornos generalizados em uma ou mais regiões da cidade”. Nesta situação as equipes emergenciais da Prefeitura já estão atuando.

A prefeitura recomenda que a população tome as seguintes ações preventivas:

  • Os habitantes das áreas de risco devem se deslocar imediatamente para locais seguros
  • Os moradores de áreas de encostas devem ficar atentos para indícios de ameaças de deslizamentos e estarem preparados para se deslocarem para locais seguros
  • As pessoas que estiverem em locais seguros devem permanecer nestes locais até o cancelamento do alerta
  • As vias urbanas que atravessam os maciços montanhosos da cidade e as áreas inundáveis devem ser evitadas
  • Evite transitar em áreas alagadas e próximas a córregos, canais e rios sujeitos a transbordamentos
  • Em casos de ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, evite ficar próximo a árvores, redes de distribuição de energia elétrica ou em áreas descampadas
  • Se necessário, use os telefones de emergência 193 (Corpo de Bombeiros), 199 (Defesa Civil) ou 1746 (Central de Atendimento da Prefeitura)

Gostaria de fazer parte da nossa rede de amigos? Basta Clicar aqui!Sim, Eu Quero!