Jovem de 20 anos morre eletrocutada em festival de funk no Rio

studante de odontologia, de 20 anos, Maria Fernanda Ferreira de Lima morreu após ter recebido choque durante um festival de funk no Terreirão do Samba, no centro do Rio de Janeiro. Ela estava na área de produção do evento, por volta das 4h deste domingo, 14, ao lado de amigos, e encostou numa barra de metal energizada.

Maria Fernanda chegou a ser levada ao Hospital Souza Aguiar, próximo de onde aconteceu o acidente. Mas teve quatro paradas cardíacas e não resistiu.

Nas redes sociais, a organizadora do evento, a Puff Puff Bass, publicou nota lamentando a morte. “Infelizmente nessa noite, por volta das 4h, fomos informados pelos nossos brigadistas de incêndio de que havia acontecido um incidente. Logo após, nossos médicos decidiram que o melhor a se fazer era encaminhá-la ao hospital. Repassamos essa informação para o Terreirão do Samba e decidimos, a partir desta ocasião, encerrar o evento”. Os organizadores afirmaram também que zelam “pela integridade” dos seus clientes.

O caso está sendo investigado na 6ª Delegacia de Polícia, da Cidade Nova, na região central. Os responsáveis pelo Terreirão do Samba e pelo evento já foram ouvidos.

Atleta sul-mato-grossense conquista título inédito de MMA no Japão

A atleta de MMA Sidy Rocha conquistou o cinturão categoria mosca até 57 kg durante o Pancrase 304, maior evento de luta da Ásia. A atleta de Bonito, a 300 km de Campo Grande, venceu a atleta japonesa Takayo Hashi em uma disputa acirrada.

Conforme o Portal Educativa, em dezembro de 2018, Sidy e a colega Edna Trakinas participaram da Pancrase 302. À época, a bonitense venceu a lutadora japonesa Marya Suzuki, por nocaute.

Foi a primeira participação da lutadora no evento e mesmo com o desafio de atingir o peso para a pesagem oficial, ela conseguiu sair vitoriosa.

Sidy Rocha é casada com também atleta Cláudio Rocha, ambos fundadores da equipe Rocha top team.

O lutador já conquistou diversos títulos e em janeiro representou Bonito na Holanda, onde disputou a luta principal do Z.H.S da Polônia, evento tradicional da modalidade naquele país, enfrentando o atleta da casa, Adrian Zanky, na categoria 84 kg.

PM é arrastado por veículo, alveja marginal e realiza a prisão

Em operação de fiscalização na rodovia PR – 323, a equipe policial do PPRV Iporã deu ordem de parada ao veículo C4 Pallas de cor preta.

O motorista desobedeceu as ordens dos policiais e jogou o veículo contra um dos policiais militares.

Ele entrou na contramão, iniciando a fuga, colocando em risco a segurança da abordagem e de outros veículos que vinham em sentido contrário.

Um dos policiais conseguiu abrir a porta e dar voz de parada/abordagem mais uma vez ao condutor, que acelerou vindo a arrastar o policial por vários metros.

Com meio corpo no interior do carro, o policial na tentativa de efetuar a parada do veículo e de resguardar sua vida, sacou sua arma e deu voz de abordagem pela terceira vez de forma incisiva.

Como o condutor continuou acelerando e efetuando manobras na contramão da via, tentando jogar o policial para fora do veículo, o militares realizou disparos contra o homem.

Após isso, o militar foi derrubado do carro, mas, mesmo assim, conseguiu furar os pneus do veículo, que seguiu descontrolado, batendo contra um caminhão.

Em uma busca no interior do veículo foi constatado que se encontrava uma bolsa preta e cinza a qual possui 22 tabletes de maconha, totalizando 12,2 quilos.

O rapaz foi preso e encaminhado ao Hospital, já que foi alvejado com um dos disparos.

Carro roubado é encontrado com cigarros contrabandeados

Dois carros foram apreendidos na tarde deste sábado (13), em Céu Azul, na região Oeste, com cigarros contrabandeados. A carga, provavelmente, tinha como origem o Paraguai. O destino não é conhecido porque os condutores fugiram durante a abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo o relato dos agentes, os dois carros deixaram a rodovia principal quando avistaram uma viatura da polícia. Os condutores abandonaram os veículos e fugiram a pé pela mata. Buscas foram feitas, mas ninguém foi localizado.

Ao revistarem os carros abandonados, a PRF encontrou muitas caixas de cigarro contrabandeado, de origem estrangeira, além de um radiocomunicador em funcionamento.

Um dos dois carros, uma picape Saveiro, tinha origem a cidade de Sertão, no Rio Grande do Sul, com alerta de roubo ou furto.

A carga e os veículos apreendidos foram encaminhados à Receita Federal de Foz do Iguaçu, também na região oeste.

AGRONEGÓCIO: Pesquisadores identificam enfezamento do milho por incidência de cigarrinha

Pesquisadores da Embrapa Milho e Sorgo, de Minas Gerais, estiveram sexta-feira (12) na Estação Experimental da Copagril, em Marechal Cândido Rondon, assim como em cidades da região Oeste paranaense, com o objetivo de fazer um levantamento sobre quebramento e enfezamento de plantas em lavouras de milho, causado por incidência de cigarrinha (Dalbulus maidis), que é o inseto transmissor da doença.

Estiveram presentes o pesquisador da Embrapa Londrina, Walter Meirelles, os pesquisadores de Minas Gerais, Luciano Viana Cota e Dagma Dionísia da Silva, o engenheiro agrônomo do Iapar de Santa Tereza do Oeste, Dionathan William Lujan, o presidente do Sindicado Rural, Edio Luiz Chapla, e os agrônomos da Copagril, Darci Sonego e da cerealista Horizonte, Sigmar Herpich.

Os pesquisadores identificaram que algumas lavouras da região apresentaram plantas debilitadas em razão do enfezamento, enquanto o quebramento é menos incidente. Eles também coletaram amostras de plantas para serem analisadas em laboratório. “Apesar de termos identificado a ocorrência do enfezamento, não é um problema alarmante para os produtores, já que as ocorrências são mais pontuais”, ressaltou Meirelles.

 

CIGARRINHA

As cigarrinhas são insetos de cerca de 4 milímetros, que podem ou não transmitir a doença. Elas somente transmitem a doença depois de terem picado alguma planta de milho infectada por um molicute, que é um microrganismo que ataca a planta.

Conforme os pesquisadores da Embrapa, a cigarrinha não é novidade, pois ela já estava presente nas lavouras de milho há muitos anos em várias regiões do país, porém elas nem sempre estiveram infectadas.

 

TRANSMISSÃO

A planta é atacada pela cigarrinha principalmente na fase inicial da cultura, quando o inseto a pica a planta e transmite o molicute. Porém, os sintomas da doença somente aparecem na fase adulta do milho, quando ocorrem os danos na planta. “Por esse motivo, não é eficiente realizar pulverização com fungicida nessa fase, pois a transmissão já ocorreu”, salienta Meirelles.

 

SINTOMAS

A planta atingida pelo enfezamento pode apresentar manchas de cores amarelada (enfezamento-pálido) e/ou avermelhada (enfezamento-vermelho) nas folhas. Além disso, a espiga fica comprometida, mais fina, com grão chocho e com peso menor. Mesmo que o sintoma não seja visível nas folhas da planta, ainda assim a produção acaba sendo afetada.

 

PREVENÇÃO

Para prevenir a doença é importante que agricultores de uma mesma região realizem o plantio na mesma época, pois quando há plantio em épocas diferentes favorece a oportunidade das cigarrinhas migrarem de uma lavoura para outra. É recomendado, também, eliminar plantas tigueras, que podem abrigar o hospedeiro.

Os pesquisadores ainda indicam usar materiais menos susceptíveis ao longo de várias safras, bem como é fundamental realizar o tratamento de sementes. “Essa prática é a medida mais acertada, pois existem produtos que conseguem obter um bom controle de incidência na fase inicial da planta”, conclui Meirelles.

 

Com assessoria

Temor de greve leva Bolsonaro a atender pedidos dos caminhoneiros

A intervenção do presidente Jair Bolsonaro no reajuste do diesel é reflexo direto da pressão dos caminhoneiros. Nos dias que antecederam a decisão do presidente, o núcleo de governo recebeu relatórios da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) que indicavam uma “preocupação” com uma possível greve dos caminhoneiros. Sem consultar o ministro da Economia, Paulo Guedes, Bolsonaro foi aconselhado por assessores palacianos de que uma greve traria mais problemas políticos do que uma intervenção no preço do diesel.

O monitoramento do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência das movimentações de caminhoneiros, desde o mês passado, levou a equipe de governo a avaliar todas as demandas da categoria. Além de recuar em relação ao aumento de 5,7% no preço do diesel, o Planalto e o Ministério de Minas e Energia estudam atender outros pedidos, como a mudança no valor do frete.

O temor de uma greve como a de maio de 2018 já estava no radar da equipe de transição, no final do ano passado. Foi a partir dali que o grupo que hoje está no governo começou a formular a adoção de “medidas estruturantes”, que envolviam várias áreas, para verificar os problemas do setor e atender o que fosse possível.

Na segunda-feira, Bolsonaro vai se reunir com ministros e pessoal da área técnica para discutir demandas dos caminhoneiros. O governo estuda apresentar à Petrobras proposta de ampliar a rede de decisão de aumento de preços de combustíveis. Hoje, o gerente executivo de comercialização da Petrobras tem autonomia para definir um reajuste de até 7%.

Aumento

O Estado de S. Paulo apurou que o alerta no Planalto foi aceso na tarde de quinta-feira, quando o reajuste de 5,7% foi publicado no site da Petrobras. Precisamente às 19h40, Bolsonaro foi avisado por assessores do aumento. Ele ligou então para o presidente da Petrobras, Roberto Castelo Branco, “preocupado com o porcentual em um nível sequer previsto para a taxa de inflação deste ano”. Diante das argumentações e ponderações de Bolsonaro, Castello Branco “suspendeu temporariamente” o reajuste.

Justamente para atender a um problema do setor, desde o mês passado a Petrobras já havia decidido estabelecer que o diesel não terá seu preço reajustado em período menor do que 15 dias. Além disso, a Petrobras e a BR Distribuidora anunciaram a criação do “cartão caminhoneiro”, com objetivo de viabilizar a compra de diesel a preço fixo nos postos com a bandeira BR. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Homem é detido após mostrar partes íntimas para criança de seis anos

Um homem foi detido em flagrante na sexta-feira (13), após abaixar o calção e mostrar as partes íntimas para uma criança, próximo à Praça da Bíblia, em Cascavel. A mãe da menina deteve o suspeito até a chegada da polícia.

A mulher afirmou que o homem, de 43 anos, chamou a atenção da criança, de apenas seis anos, mostrou as partes íntimas e fez gestos obscenos. O suspeito foi detido pela Polícia Militar e encaminhado à 15ª Subdivisão Policial.

No local, foi constatado que o homem tinha passagens pelo mesmo crime.

Colaboração Catve

Guaíra: 14 casais dirão “sim” em casamento coletivo neste sábado

O Casamento Comunitário ou Coletivo, promovido pela Secretaria de Assistência Social e Poder Judiciário do Paraná deste ano será realizado neste sábado  (13/04) no município de Terra Roxa,  com casais de Guaíra e Palotina, ao todo 14 casais irão  celebrar a união em uma cerimônia emocionante.
O Casamento Coletivo é uma das atividades do Programa Justiça no Bairro que tem como objetivo promover a união civil desses 14 casais que procuraram a Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS, entre os dias 25 de fevereiro e 8 de março com a intenção de participar desta atividade que o programa disponibiliza.
A Diretora do SUAS – Sistema Único de Assistência Social, Roselene de Assis, diz que muitos casais procuraram a secretaria no período de inscrição, porém não foi possível atender toda a demanda neste momento. Disse também que acaso o Município de Guaíra receba o casamento coletivo ainda este ano, os casais que procuraram serão informados para comparecerem ao SEMAS para verificar se enquadram no programa.
Além do casamento coletivo, o Projeto Justiça no Bairro presta serviços a população nas seguintes áreas:
 Cível (interdição/curatela), executivo fiscal;
 Família (divórcio, alimentos, guarda, regulamentação de visitas, reconhecimento e/ou averiguação de paternidade/maternidade, reconhecimento e dissolução de união estável, restabelecimento de sociedade conjugal tutela, e alvarás (levantamento de valor pós morem);
Registros Públicos (retificação de registro civil e outros), sendo que todos os serviços são gratuitos, exceto o exame de DNA com custo de R$ 220 (mãe, pai e filho) entre outros,
Usucapião coletivo – em cooperação com o ITCH.

PRF combate focos de incêndio às margens da BR-272, em Guaíra

A equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a contenção de vários focos de incêndio às margens da BR-272, na altura do km 559, próximo ao trevo de acesso ao aeroporto em Guaíra.

A fumaça já estava dificultando a visibilidade dos motoristas que transitavam pela rodovia na tarde desta sexta-feira (12). A Brigada de Incêndio do município foi acionada, mas a fim de evitar acidentes os policiais iniciaram o combate ao fogo.

A vegetação ainda verde colaborou para o controle dos focos, mas a PRF alerta para os riscos de grandes queimadas ao serem jogadas pontas de cigarro às margens da rodovia.

Marechal C. Rondon : “Na próxima sessão vão balançar cabeças”, dispara vereador Neco

O vereador Dorivaldo Kist (Neco) (MDB), de Marechal Cândido Rondon, esteve no Jornal O Presente para conceder entrevista e se defender da denúncia da qual responde na Câmara de que teria solicitado parte do salário de uma ex-servidora que havia indicado para ocupar cargo comissionado na prefeitura, entre 2017 e 2018.

Na ocasião, o parlamentar mandou recado direto de que as polêmicas na política rondonense não acabaram. “Na próxima sessão (segunda-feira, 15) vai ter algo pior que isso. Vão balançar cabeças lá dentro. E aí quero ouvir o comentário de cada um dos mesmos vereadores quando eu estava sendo julgado. Quero ouvir o argumento deles. A comunidade vai realmente saber quem são os vereadores que querem que o município siga em frente”, disparou.

Neco criticou ainda o fato de haver dois vereadores sendo investigados pelo Gaeco e que estão em plena atividade do mandato, inclusive nas votações. “Tem dois vereadores que estão sendo investigados pelo Gaeco e pelo Ministério Público, há mais de um ano, suspeitos de desviar mais de R$ 1 milhão dos cofres públicos do município”, reforçou.

G7, G6, G5…

Na opinião do vereador, o grupo de oposição está se articulando para lhe “derrubar”. “O G7 (grupo formado por sete vereadores) que está armando contra nós. Mas esse G7 provavelmente em mais um mês vai virar G6, depois possivelmente daqui mais um tempo vira G5. Vamos mostrar para a população quem são as pessoas boas do município”, declarou.

 

O Presente

Gostaria de fazer parte da nossa rede de amigos? Basta Clicar aqui!Sim, Eu Quero!