Enio Manoel

Ordem de desocupação: Câmara oficia Hospital Salete

A Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Cascavel encaminhou um ofício à direção do Hospital Nossa Senhora da Salete em busca de informações oficiais sobre a ordem de desocupação do imóvel onde o serviço de saúde funciona.

As informações que circulam esta semana é que a justiça determinou a desocupação do imóvel, que é alugado, em 15 dias. Deste prazo restariam cerca de 10 dias. O processo onde a ordem foi dada, no entanto, corre em segredo de justiça.

A comissão resolveu agir pois o hospital atende ao SUS e é referência regional especialmente para atendimentos cardíacos. Segundo o vereador Josué de Souza, que preside a comissão, ele já conversou com a direção.

“A informação que circula é que o hospital deve cerca de R$ 500 mil em aluguéis, já o hospital nega e diz que a desocupação seria devido ao interesse em fazer um outro empreendimento no local. As informações foram repassadas verbalmente e queremos agora a confirmação por escrito. Não podemos entrar na questão financeira, mas sim entender como esta possível desocupação afeta a saúde pública como um todo”.

As secretarias municipais e estadual de Saúde também foram procuradas para informar qual é a importância do Hospital Nossa Senhora da Salete/Hospital do Coração para o sistema de saúde atualmente. Vale lembrar que o SAS, que atende os servidores do Estado, também tem o serviço como referência.

Ontem o hospital afirmou que a decisão é passível de recurso e disse entender que o prazo mínimo para a desocupação deveria ser de 5 anos, por se tratar de um serviço de saúde.

Batalhão de Fronteira recupera caminhão roubado e sem placas, em Altônia

Policiais Militares do BPFron (Batalhão de Polícia de Fronteira), equipes 2ª Cia, recuperaram um caminhão roubado. A recuperação aconteceu na noite de quinta-feira (11), no âmbito da Operação Esforço Integrado.

Os policiais realizavam patrulhamento pelo município de Altônia quando avistaram um caminhão VW modelo 8-150 de cor azul, estacionado em um terreno baldio e perceberam que o caminhão não apresentava suas placas de identificação.

Após tentativas sem êxito de encontrar o proprietário do caminhão, a equipe realizou a consulta do veículo no sistema de investigação policial pelo numeral do chassis, constatando que era produto de roubo.

Diante dos fatos, a equipe encaminhou o caminhão para a Delegacia de Altônia, para confecção do boletim e demais procedimentos cabíveis.

‘Um milagre’, diz irmão de juiz que teve carro esmagado por carretas na BR-040, em Belo Horizonte

‘Um milagre’, disse um irmão do juiz que teve o carro esmagado por duas carretas na BR-040, em Belo Horizonte.

Mateus Cardoso confirmou à TV Globo na manhã desta sexta-feira (12) que o irmão, o juiz Davi Pinter Cardoso, de 35 anos, está internado em observação, em um hospital particular, na Região Centro-Sul.

Mateus disse que a família ficou assustada com a situação, mas que prefere não dar entrevista.

Davi Pinter Cardoso voltava de Ribeirão da Neves, na Região metropolitana de Belo Horizonte, onde trabalha, quando sofreu o acidente na BR-040, no bairro Califórnia, na Região Noroeste.

Ele ficou preso às ferragens por quase 3 horas e foi socorrido pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros, e levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

Mais de 445 pessoas participarão do 6º Circuito Regional de Cicloturismo que será neste domingo em Guaíra

O 6º Circuito Regional de Cicloturismo é uma promoção da Adetur (Agência de Desenvolvimento Turístico da Região Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu), organização e realização das Prefeituras Municipais e Grupos de Ciclistas da Região, conta com o patrocínio máster da Itaipu Binacional, Audax, Sicredi e apoio do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu.
Os participantes interessados em optar pelo pagamento no cartão de crédito têm o prazo até esta sexta-feira, dia 12 de abril, sendo o custo de R$ 65,00 pelo site (https://www.adeturcataratasecaminhos.org.br/cicloturismo/?fbclid=IwAR2LGszvIDTlC_8CQl64p6wClgyPfGhOIFIlOW2_U1iRyQBYMUCGHOkyoGM). Os interessados em participar da etapa também podem se inscrever no dia do evento, sendo cobrado o valor de R$ 90,00.
Para os participantes com idade entre 10 e 15 anos, a inscrição só será possível no dia do evento, sendo autorizada a participação apenas no trajeto menor, deverão estar acompanhado dos pais ou responsável legal, os quais deverão obrigatoriamente também estar inscritos e participando do evento no mesmo percurso.
O valor da inscrição inclui: café da manhã, distribuição de água antes e durante o percurso, carro de apoio durante o trajeto, seguro de acidentes pessoais (verificar cobertura no regulamento oficial do evento) e almoço no dia do evento.
O circuito contará com dois trajetos, sendo o maior de 40 quilômetros e o menor de 23 quilômetros. Ambos serão percorridos em estradas de chão, pedra irregular e asfalto. O grau de dificuldade do trajeto maior é considerado moderado e do trajeto menor, leve.
O local de concentração e largada ocorrerá na ACEG – Associação Cultural e Esportiva de Guaíra, localizado na Rua Capitão Amilcar de Souza, 151, às 08h30min. A partir das 06h30min os participantes devem começar a chegar no local para confirmar a inscrição e tomar café da manhã. Às 12 horas está programado o almoço.
Associação de Ciclismo MTB Guaíra, juntamente a Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura convida todos os ciclistas da região para participar da etapa de Guaíra neste domingo e desfrutar das belezas e pontos turísticos históricos que nossa cidade proporciona.

Abel elogia Arrascaeta e diz que goleada “encorpa” o Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro

12/04/2019 00h44

Arrascaeta fez um golaço e está em alta com a torcida do Flamengo. A cobrança para que o uruguaio seja titular da equipe persegue o técnico Abel Braga. Após os 6 a 1 sobre o San José-BOL, o comandante elogiou a semana de treinos do uruguaio e também destacou outros jogadores.

“O importante é a pessoa saber e ter consciência de que a possibilidade é real, não é fictícia. Tem semana que você olha para o cara e diz que ele está bem. E o Arrascaeta teve uma semana muito boa. Estou feliz pelo que o Bruno Henrique jogou como atacante. Ele me impressionou. O Arrascaeta foi muito bem e, para nós, é ótimo”, afirmou.

Para Abel Braga, o resultado traz força ao Flamengo na temporada e antes de jogos decisivos na Libertadores e no Campeonato Carioca.

“Temos a liderança do grupo, um saldo bom, mas não garantimos nada. Agora, vamos buscar. O importante é que estamos muito conscientes. Os gols aconteceram de forma natural. Estávamos ansiosos no primeiro tempo. No segundo, começamos a diminuir. Falam do San José, mas eles deram mais trabalho tomando de seis do que o Peñarol. É um resultado que encorpa”, encerrou.

Com o resultado, o Flamengo chegou aos nove pontos no Grupo D e pode se classificar já na próxima rodada. Para isso, basta empatar com a LDU, dia 24 de abril, em Quito. Caso perca, a decisão da vaga ficará para a última rodada, quando terá um difícil duelo contra o Peñarol, fora de casa.

Análise de sistema da Odebrecht indica R$ 1,4 mi a campanhas de Maia e seu pai

Ao pedir mais 60 dias para concluir um inquérito que investiga o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e seu pai, César Maia, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, apontou que a análise do sistema de propina da Odebrecht indica supostas execuções de pagamento que totalizam R$ 1,4 milhão para codinomes que se referem aos dois investigados.

Caberá ao relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, decidir se estica ou não o prazo da apuração.

“Em síntese, o trabalho policial aponta que foram constatados, a partir de exames periciais em arquivos disponíveis no material examinado, registros de negociações, ordens de pagamentos e execução de pagamentos aos beneficiários de codinome ‘Despota’, ‘Botafogo’ e ‘Inca’, atribuídos a César Maia e a Rodrigo Maia”, apontou a procuradora-geral da República.

Entre as medidas que ainda faltam ser realizadas no inquérito está a obtenção dos registros históricos de cadastro dos terminais telefônicos utilizados por Maia e seu pai. A investigação foi aberta em abril de 2017 com base em delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht. À época, um dos delatores afirmou que Maia teria solicitado R$ 350 mil como forma de contribuição para a campanha eleitoral de 2008.

No entanto, nem Maia nem seu pai foram candidatos na eleição daquele ano. Em 2010, segundo a PGR, Maia teria solicitado um repasse financeiro a um ex-diretor da empreiteira, tendo como pano de fundo a campanha de seu pai. Segundo a PGR, foi autorizado o “pagamento de R$ 600 mil, dos quais já se encontrou comprovantes de pagamento de R$ 400 mil, realizado pelo Setor de Operações Estruturadas”, conhecido como o setor de propinas da empreiteira.

Registros

Na manifestação, a chefe da PGR também aponta que outro relatório de análise indica que, no ano de 2010, houve doações eleitorais para o diretório estadual do DEM/RJ, por parte de empresas parceiras da Odebrecht, no valor de R$ 80 mil, e de R$ 20 mil por parte de uma outra empresa. Também foi localizada uma doação por parte do diretório do DEM no valor de R$ 849,8 mil para a campanha de Cesar Maia ao Senado. Segundo Raquel, também há registros da entrada de Maia na sede na empreiteira, entre 2008 e 2011.

Para justificar a continuidade das investigações, a PGR informa que a Polícia Federal, além de obter os registros telefônicos, também precisa elaborar relatório de análise do material apreendido pela corporação no âmbito da Operação Lava Jato. Ainda é necessário levantar informações a respeito dos endereços indicados pelo delator como sendo os locais de entrega de dinheiro, para “obter elementos de provas que comprovem ou não o relato do colaborador”.

O presidente da Câmara dos Deputados ainda é alvo de outras investigações que tramitam no STF. Em uma delas, também aberta com base na delação da Odebrecht, Maia é investigado junto do ex-presidente do Senado, Eunício Oliveira, do senador Renan Calheiros (MDB-AL), do ex-senador Romero Jucá (MDB-RR) e do ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB-BA).

TSE reprova contas partidárias do PT relativas a 2013

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reprovou hoje (11) as contas do Diretório Nacional do PT relativas ao ano de 2013. Por unanimidade, os ministros entenderam que o PT deve devolver aos cofres públicos R$ 5,2 milhões por irregularidades encontradas pelos técnicos do tribunal e que não foram esclarecidas pela legenda.

Entre as irregularidades, estão despesas com fretamento de aeronaves com recursos do Fundo Partidário sem comprovação do nome dos passageiros e da vinculação das viagens a atividades partidárias, além do recebimento de recursos de origem não identificada. Os técnicos apontaram ainda e falta de comprovação da aplicação mínima do Fundo Partidário em programas de incentivo à participação de mulheres na política.

Na mesma sessão, os ministros aprovaram com ressalvas as contas partidárias do PSOL relativas ao exercício de 2013. Com a decisão, a legenda deverá devolver aos cofres públicos R$ 151 mil por algumas irregularidades encontradas, como falta de comprovação de 5% dos recursos do Fundo Partidário em políticas de incentivo à participação de mulheres na política e pagamento de juros com os recursos do fundo, conduta não prevista em lei.

Defesa

Durante o julgamento, a defesa do PT defendeu a regularidade das contas e informou que os passageiros das aeronaves eram dirigentes do partido que viajaram para participar de eventos políticos vinculados às atividades partidárias.

A defesa do PSOL argumentou que o partido teve dificuldades para comprovar a aplicação de recursos do Fundo Partidário em políticas de incentivo à participação de mulheres. Segundo os advogados, a legenda tinha somente uma conta para gerenciar todos os recursos. A partir de 2013, o partido passou a separar, em contas específicas, as despesas para promoção das mulheres, movimento de negros e para políticas voltadas à população LGBTI+.

Em 3 meses, foram apreendidas 3,5 toneladas de drogas e 5,9 milhões de carteiras de cigarros no PR

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de 3,5 toneladas de drogas e 5,9 milhões de carteiras de cigarro durante o primeiro trimestre deste ano no Paraná.

Em relação ao mesmo período de 2018, quando 3,9 milhões de carteiras foram apreendidas, o total de cigarro contrabandeado do Paraguai apreendido pela PRF em território paranaense subiu 51,8%.

As equipes da PRF apreenderam nos primeiros meses deste ano cerca de 3,3 toneladas de maconha, 127 quilos de cocaína e 149 quilos de crack.

Enquanto o volume de cocaína apreendida subiu 37,2% no período, o de maconha caiu significativamente. Em parte, a queda se explica pelo fato de, em uma única ocorrência, registrada em janeiro de 2018, mais de sete toneladas da droga terem sido apreendidas, em Guaíra (PR).

Entre os meses de janeiro e março deste ano, 60 pessoas foram presas por tráfico de drogas e outras 79, por contrabando.

Os policiais rodoviários federais também retiraram de circulação 65 armas de fogo e 5,9 mil munições no estado –boa parte delas de calibres para fuzil.

No total, as equipes da PRF prenderam 591 pessoas no período em rodovias do Paraná, por diferentes crimes. A Polícia Rodoviária Federal recuperou ainda 136 carros roubados e apreendeu outros 67 adulterados.

Mais de 400 toneladas apreendidas desde 2010

Entre os anos de 2010 e 2018, a PRF apreendeu no Paraná 397 toneladas de maconha, 9,8 toneladas de cocaína e 6,1 toneladas de crack.

Ao longo desses nove anos, 1.321 armas e 135,8 mi munições foram apreendidas por policiais rodoviários federais no estado.

A PRF recuperou ainda, no mesmo período, mais de 6,5 mil veículos roubados e apreendeu 162,4 milhões de carteiras de cigarro em território paranaense.

Apreensões da PRF no Paraná:
(1º trimestre de 2019)
– 3,3 toneladas de maconha;
– 127,5 quilos de cocaína;
– 149,4 quilos de crack;
(Total de drogas: 3,5 toneladas)
– 5,9 milhões de carteiras de cigarro;
– 65 armas de fogo;
– 5.983 munições.

1º trimestre de 2018:
– 15,9 toneladas de maconha;
– 92,9 quilos de cocaína;
– 241,1 quilos de crack;
(Total de drogas: 16,2 toneladas)
– 3,9 milhões de carteiras de cigarro;
– 62 armas;
– 8.383 munições.

1º trimestre de 2017:
– 4,2 toneladas de maconha;
– 486,3 quilos de cocaína;
– 8 quilos de crack;
(Total de drogas: 4,7 toneladas)
– 3,1 milhões de carteiras de cigarro;
– 28 armas;
– 4.589 munições.

Fonte: PRF

PRF apreende carga de cigarros em caminhonete abandonada em plantação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu aproximadamente 40 mil carteiras de cigarros contrabandeadas em uma caminhonete Chevrolet D20, na manhã desta quinta-feira (11), em Guaíra. O condutor do veículo, que tinha placas de Santa Catarina, trafegava pela BR-163 quando percebeu as viaturas da PRF.

O motorista fugiu e abandonou o carro no meio de uma plantação, em uma estrada rural. No local, os agentes encontraram aproximadamente 80 caixas de cigarros no compartimento de carga do veículo.

O suspeito fugiu e não foi encontrado até o momento. A carga foi apreendida e encaminhada à Receita Federal de Guaíra.

Colaboração PRF

Corinthians avisa São Paulo que não joga a final se tiver ônibus apedrejado

Na tentativa de evitar recepção hostil no estádio do Morumbi, o Corinthiansoficializou sua posição contra a violência e avisou o São Paulo que, se tiver seu ônibus apedrejado antes do jogo, não vai entrar em campo na primeira final do Campeonato Paulista.

O Alvinegro enviou ofícios ao próprio São Paulo, à Polícia Militar, ao promotor de Justiça Paulo Castilho e à Federação Paulista de Futebol. No texto, o alerta: não vai ter jogo caso os torcedores rivais ataquem o ônibus corintiano, como não raro acontece no entorno do Morumbi.

Gostaria de fazer parte da nossa rede de amigos? Basta Clicar aqui!Sim, Eu Quero!