Polícia investiga possível estupro de idosa deficiente visual, em Sarandi

Simone e Simaria fazem as pazes com Maiara e Maraísa; entenda!
4 de maio de 2019
Com bons números no Morumbi, Diego tem chance de retomar espaço no Flamengo
5 de maio de 2019
Exibir tudo

Polícia investiga possível estupro de idosa deficiente visual, em Sarandi

Uma idosa de 77 anos, com deficiência visual, foi encaminhada para o Hospital Universitário, após ter sido supostamente violentada, por um familiar, no Jardim das Torres em Sarandi. O caso aconteceu durante a madrugada deste sábado (04).

Segundo informações repassadas pela vítima à polícia, ela teria sido violentada, agredida e ameaçada de morte, dentro de sua casa, por volta da 03h. Ela relatou que um homem entrou em seu quarto, a segurou pelo pescoço, tirou sua roupa e, sob ameaça, praticou o ato sexual. Na sequência o homem foi até o banheiro, urinou e foi embora.

O fato de a idosa ser deficiente visual impossibilita que ela identifique as características do indivíduo. Porém, segundo a vítima, ela teria reconhecido a voz como sendo de um de seus netos.

Quando a filha da vítima tomou conhecimento do fato, recolheu a urina do vaso sanitário em uma garrafa pet e chamou o sobrinho até o local. Ele teria se ajoelhado e negou que tenha feito essa monstruosidade com a avó. Após isso deixou o local.

A Polícia Militar esteve no local e acionou os socorristas do Samu, que encaminharam a idosa ao Hospital Universitário. Ela foi medicada passou por exames para comprovar o estupro. Os policiais foram até a casa do suposto estuprador, mas ele não foi encontrado.

Um investigador da Polícia Civil de Sarandi esteve no local e encaminhou a garrafa com o material recolhido no banheiro para a perícia. O caso segue sendo investigado.

(Informações: Plantão Maringá)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: