Vereadores pedem que prefeito de Umuarama proíba reajuste da Sanepar

Colisão na PR-323 deixa uma pessoa morta e três gravemente feridas na manhã de sexta-feira santa
19 de abril de 2019
Vítimas de tragédia na PR-323 serão veladas em três cidades
19 de abril de 2019
Exibir tudo

Vereadores pedem que prefeito de Umuarama proíba reajuste da Sanepar

Repercutiu na internet nas últimas 24 horas a atitude do prefeito de Paranavaí, delegado Caíque (ele escreve K.I.Q.), que assinou decreto proibindo o reajuste de 12% das tarifas da Sanepar autorizado pela Agepar. O documento publicado na edição de quarta-feira (17) do diário oficial do município afirma que o aumento ‘extrapola a inflação aferida nos últimos 12 meses’ e veda a Sanepar da aplicação do reajuste das tarifas de água e esgoto do município.

Em Umuarama, alguns vereadores utilizaram suas redes sociais ou protocolaram documentos para solicitar que o prefeito Celso Pozzobom adote a mesma postura. OBemdito teve acesso a postagens de três deles: Ana Novais, Deybson Bitencourt e Mateus Barreto.

Deybson protocolou uma indicação para que o prefeito proíba o reajuste em Umuarama. “Fiz uma indicação aqui na Câmara Municipal que será lida na próxima segunda-feira (22) na Sessão Ordinária, sugerindo ao Prefeito Municipal que siga o exemplo do Prefeito K.I.Q de Paranavaí e publique um DECRETO proibindo o aumento abusivo na tarifa da conta de água promovido pela SANEPAR. Vamos aguardar um posicionamento do nosso Chefe do Poder Executivo Municipal, Celso Pozobom”, escreveu o parlamentar.

Ana Novais protocolou na Casa de Leis um requerimento neste mesmo sentido. Segundo a vereadora, é de suma importância que a tarifa não seja reajustada em 12%. “O aumento é na tarifa de água e da rede de esgoto. Além do cúmulo, está subindo mais que a correção da inflação”, disse.

O requerimento foi protocolado e, após o despacho na sessão de segunda-feira, deve ser encaminhado ao prefeito, que tem 15 dias para responder.

Mateus Barreto está mobilizando as pessoas que o acompanham nas redes sociais para que pressionem o gestor local para que proíba o reajuste. “Li ontem que o prefeito de Paranavaí assinou decreto proibindo a Sanepar de reajustar a tarifa de água e esgoto sem prévia e expressa homologação do pedido de reajuste. Eu, como vereador e cidadão, considero abusivo o percentual de reajuste, que é de pouco mais de 12%. Mas, como o decreto é ato normativo do Poder Executivo, cabe apenas ao prefeito editá-lo. Espero que o faça, pois considerando o momento em que vive o país e o serviço prestado na nossa cidade, a última coisa que faria sentido é um reajuste de mais de 3 vezes acima da inflação”, escreveu.

OBemdito manteve contato com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Umuarama, que informou que deve se manifestar sobre o assunto somente após receber os documentos protocolados pelos vereadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: