Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil

O brasileiro Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, acusado de tráfico internacional, falsidade ideológica e homicídios, foi extraditado hoje (19) do Paraguai para o Brasil.

Segundo a imprensa do Paraguai, ele deixou o país em uma aeronave do Grupo Aerotático da Força Aérea Paraguaia às 5h05.

Traficante confesso, Marcelo Piloto fugiu do Brasil depois de ser condenado a 26 anos de reclusão. A extradição do brasileiro foi cercada de sigilo e segurança envolvendo três barcos de patrulha das Forças Operacionais Especiais de Polícia (FOPE), segundo a imprensa do Paraguai.

No sábado (17), Marcelo Piloto esfaqueou 17 vezes na cela em que estava uma jovem, de 18 anos, que foi visitá-lo. Autoridades paraguaias acreditam que ele cometeu o crime na tentativa de evitar a extradição para o Brasil.

Piloto foi preso na cidade de Encarnación, no Paraguai, em 2017, após a descoberta que estava usando documentos falsos.

Da Agência Brasil

Receita Federal inicia segunda fase da Operação Muralha

Na manhã desta segunda-feira (19), a Receita Federal iniciou a segunda fase da Operação Muralha, com uma barreira de fiscalização na praça de pedágio de São Miguel do Iguaçu.

A ação acontece em parceria com a Justiça Federal, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Marinha, Aeronáutica e outras corporações.

A medida é realizada para combater o tráfico de drogas, armas e também do contrabando na região. Para os agentes, a operação também funciona como uma forma de fortalecimento do controle e da fiscalização da fronteira com o Paraguai.

Cadáver é encontrado boiando no Rio Paraná

Um cadáver foi encontrado boiando no Rio Paraná, no lado paraguaio nas proximidades da futura orla em Saldo Del Guairá. O corpo foi encontrado por trabalhadores que estão construindo a orla, por volta das 10h:00 da manhã de sexta-feira, 07.

A vítima foi identificada como sendo Guimar Gutiérrez, de 39 anos de idade, de nacionalidade brasileira, morador da cidade de Novo Mundo, no estado do Mato Grosso do Sul.

O brasileiro teria morrido afogado a alguns dias quando tentava resgatar uma embarcação que teria se desatado e ficado a deriva. Compareceram no local agentes da Comissária de Policia, Bombeiros Voluntários, marinheiros da Base Naval e agentes do Ministério Público.

Dois brasileiros morrem em grave acidente no Paraguai

Segundo o relatório policial, um grave  acidente de trânsito ocorreu no sábado (01), no  km 162 da rota 6 Juan L. Mallorquín, no distrito do doutor Raúl Peña, ao sul de Alto Paraná, no Paraguai.

Dois brasileiros estavam transitando em um veículo Toyota Hilux. Presumivelmente, o motorista teria perdido o controle e desviou para fora da pista, colidindo violentamente o veículo contra o corrimão de proteção.

O condutor, identificado como Douglas Bruno Tissiani, de 39 anos, morreu no local do acidente e o outro, identificado como  Jandir Rauber de 37, resultou com ferimentos graves,  chegou a ser socorrido e encaminhado ao hospital, mas não resistiu e entrou em óbito na unidade de sáude.

Alta do dólar prejudica compras no Paraguai

O comércio das cidades de fronteira no Paraguai estão sofrendo forte impacto negativo devido à alta do dólar em relação ao real. O fluxo de turistas é cada vez menor e, consequentemente, as vendas caem para níveis preocupantes.

A vantagem do preço comparativo foi reduzida desde meados deste mês, quando a mudança ultrapassou a barreira de R$ 4 o dólar. Atualmente a cotação no País vizinho está em torno de R$ 4,25 e tende a aumentar.

O empresário Tito Rojas, proprietário do Shopping Queen Anne, em Salto Del Guairá, aponta que a queda da moeda brasileira está diretamente relacionada ao cenário eleitoral.(áudio Tito abaixo)

De acordo com os comerciantes locais, ainda não é notada uma redução drástica no número de pessoas que vão as compras. No entanto, segundo eles, no momento de pagar as contas, é que se observa uma redução de faturamento de até 50%.

Isso porque quase a mesma quantidade de pessoas passam pelos caixas, mas ao contrário de um ano atrás, agora eles não compram 50% do que compravam antes.

Segundo especialistas do setor, a economia brasileira deve superar muitas coisas para voltar ao ritmo normal das compras no Paraguai. Entre os fatores que mais preocupam os comerciantes paraguaios, está o perigo em trânsito, o controle das fronteiras, o medo de assalto, mas, nada disso tem mais repercussão negativa quanto a alta do dólar.

Intervenções
As últimas intervenções de agentes da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) e de promotores antidrogas em Assunção, provocaram alguns efeitos negativos no movimento comercial de Salto Del Guairá. O comércio irregular que era praticado pelo rio Paraná, transferindo todos os tipos de mercadorias para o lado brasileiro, sendo o cigarro o maior volume direta e indiretamente, envolveu cerca de 300 pessoas.

Atualmente, mais de 100 barcos estão parados. E, consequentemente, todo o movimento comercial irregular foi paralisado, de acordo com o levantamento.

Tito

Copetrol compra Petrobras Paraguay por US$ 383,5

A empresa Petrobras confirmou a venda de suas estações de serviço no Paraguai ao Grupo Copetrol, por cerca de 383,5 milhões de dólares.

Na tarde de terça-feira, o conselho de administração aprovou a assinatura do contrato de compra e venda da Petrobras Paraguai para o grupo Copetrol.

Embora o valor final da venda ainda permaneça sujeito a ajustes, o valor estimado é de 383,5 milhões de dólares, dos quais 49,3 milhões serão entregues hoje, durante a assinatura do contrato, como forma de adiantamento.

Enquanto isso, os 334,2 milhões restantes serão pagos na data de fechamento da transação, além de outros 55 milhões de dólares correspondentes às caixas econômicas das empresas.

Com esta operação, a Companhia Paraguaia Distribuidora de Derivados da Petróleo SA, ou seja, o Grupo Copetrol, adquirirá: Petrobras Paraguay Distribución Limited, Petrobras Paraguai Operações e Logística e Petrobras Paraguay Gas SRL.

Essas empresas atuam no mercado de distribuição e comercialização de combustíveis, Gás Liquefeito de Petróleo, lubrificantes e outros produtos especiais, por meio de uma rede de 197 postos de serviços, aos quais é adicionado um terminal de armazenagem próprio.

O gerente geral da Copetrol, Jorge Cáceres, explicou que o contrato de compra inclui o uso da marca, para que as estações continuem com o mesmo nome.

Com a incorporação dessas 197 estações, o grupo Copetrol terá 551 postos de combustível.

Brasileira é torturada, estuprada e morta em território paraguaio

Uma estudante brasileira foi encontrada morta na manhã desta segunda-feira (20), em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, cidade vizinha a Ponta Porã (MS). Conforme a polícia paraguaia, que investiga o crime, Erika de Lima Corte, 29, foi estuprada e torturada antes de ser morta.

Moradora de Barra do Garças (MT), Erika era uma dos milhares de brasileiros que moram atualmente na fronteira para cursar Medicina. Ela dividia uma casa no bairro Mariscal Estigarribia com outra brasileira.

A colega não estava na casa na hora da morte, possivelmente por volta de 0h30, segundo afirmou o médico forense do Ministério Público paraguaio, Cesar Gonzalez.

De acordo com os policiais que foram no local do crime, Erika levou dois golpes de faca no peito e um no pescoço. Pelo menos outros 16 pequenos cortes foram encontrados no corpo, indicando que a brasileira foi torturada. O rosto estava coberto por um pano.

Ela estava de camiseta e calça, mas os policiais afirmam que Erika sofreu violência sexual. Uma peça íntima foi encontrada perto do corpo, que foi arrastado pelos cômodos da casa, já que tinham uma mancha de sangue entre uma peça e outra.

(Campo Grande News)

Jovem brasileiro de 17 anos é executado a tiros no Paraguai

Um jovem brasileiro foi morto a tiros nesta quinta-feira, 26, dentro de um condomínio fechado de Salto del Guirá, no Paraguai. Ele seria filho de um suposto contrabandista de cigarros.

Segundo dados preliminares, a vítima fatal é João Víctor Richena Costa, 17 anos, filho de Fabio Costa, conhecido como “Pingo”. O mesmo foi metralhado por pistoleiros dentro de uma caminhonete, marca Toyota, placa YAU 152, registrado em nome de seu pai.

Segundo a polícia, o jovem acabara de entrar no condomínio quando ouviu uma explosão de mais de 30 tiros de arma automática. Possivelmente um matador de aluguel já estava esperando por ele no local, perto da casa onde morava.

O condomínio onde ocorreu o crime está localizado na saída da cidade, a caminho do aeroporto localizado em Colonia Canindeyú. É totalmente vedado, mas faz fronteira com uma parte de área arborizada, que atende às margens do rio Piratiy. Presume-se que o matador teria entrado no local através do referido curso de água, de barco, possivelmente do Brasil.

O crime seria um ajuste de contas.

Grupo assalta carro-forte no Paraguai e polícia suspeita de brasileiros

Um grupo interceptou e assaltou um carro-forte na manhã desta segunda-feira (16) em Hernandarias, no Paraguai.

A polícia paraguaia acredita que brasileiros estejam envolvidos no assalto, já que os veículos usados pelo grupo tinham placas brasileiras. Seguranças informaram ainda que os cerca de sete assaltantes se comunicavam em português.

Segundo o chefe de relações públicas da Policia Nacional no estado de Alto Paraná, Augusto Lima, por causa da suspeita e da proximidade com a fronteira, representantes brasileiros e argentinos do Comitê Tripartite de Segurança foram alertados sobre o assalto e a possibilidade de fuga para os países vizinhos.

Além de dinheiro, os ladrões levaram as armas dos seguranças que faziam o transporte de valores. A quantia roubada seria cerca de um bilhão de guaranis.

O carro-forte que seguia de Ciudad del Este para San Alberto foi abordado em um trecho da rodovia de acesso a Hernandarias com a ajuda de miguelitos – espécie de armadilha feita com pedaços de ferro usada para furar pneus de veículos – espalhados pelo asfalto.

Um carro com placas de São Paulo foi incendiado no local. A polícia não soube dizer o motivo.

De acordo com a polícia do país vizinho, a ação é semelhante à usada por quadrilhas como a que assaltou a sede da empresa de valores Prosegur em Ciudad del Este, em abril de 2017.

O assalto é atribuído a integrantes de uma facção criminosa que atua dentro e fora de presídios brasileiros e de países como o Paraguai.

Na época, suspeitos fugiram para o Brasil pelo Lago de Itaipu e chegaram a entrar em confronto com policiais brasileiros.

 

Cota de US$ 300 em compras no exterior é prorrogada

O governo federal decidiu manter o valor de US$ 300 da cota de compras no exterior. A medida afeta diretamente Foz do Iguaçu, cidade fronteira com o Paraguai que tem um dos maiores centros comerciais.

O Ministério da Fazenda decidiu estender por mais um ano o valor da cota de compras para quem entra no país via terrestre. Foz do Iguaçu faz fronteira com Cidade do Leste, no Paraguai, onde está localizado um dos mais movimentados centros comerciais. Por este motivo, a decisão era bastante esperada pelo setor turístico e comercial de Foz.

Com a decisão já publicada no diário oficial da união, cada pessoa pode trazer do Paraguai 300 dólares de compras sem precisar pagar imposto. Se caso a compra exceder a cota, aí o importado pago será de 40% sobre o produto.

A cota de compras em 300 dólares também está sendo discutida na implantação das lojas francas em Foz do Iguaçu. É este o valor que as autoridades envolvidas querem manter. Mas, o valor ainda está na mesa de debates e se caso nenhuma decisão for tomada dentro de um ano, aí a cota volta a ser de 150 dólares.

Gostaria de fazer parte da nossa rede de amigos? Basta Clicar aqui!Sim, Eu Quero!