Paranaense e amigo morrem após avião cair em plantação de soja e pegar fogo

Um paranaense e um amigo morreram carbonizados neste domingo (11) em acidente aéreo em Querência (a 912 km de Cuiabá), no Mato Grosso.

Júlio Cezar Sganzerla, 34 anos, norador de Nova Aurora, e Rodrigo de Paula Schneider, 30 anos, morreram com a queda em uma plantação de soja. A aeronave pegou fogo logo em seguida.

Segundo o boletim de ocorrência, o acidente ocorreu no final da tarde na zona rural, a 10 km da cidade.

Júlio era o proprietário e piloto do avião.

De acordo com o boletim de ocorrência, familiares e testemunhas pediram para que a PM enviasse caminhão-pipa para ajudar a conter o incêndio. Enquanto esperavam, populares tentaram apagar o fogo, usando extintores e água na propriedade.

Uma enfermeira do hospital municipal foi chamada, mas não houve tempo de socorro. Os corpos foram carbonizados nas ferragens da aeronave.

O 6º Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) foi comunicado sobre o acidente em Querência e deve apurar o que aconteceu.

A Polícia Civil de Querência também foi informada. A Politec de Água Boa (a 736 km de Cuiabá) foi ao local e encaminhou os corpos ao IML.

Homem é esfaqueado pela esposa em Foz do Iguaçu

No inicio da noite de quinta-feira, 08, socorristas do Siate de Foz do Iguaçu foram acionados para deslocarem até a Rua Estanislau Zambrzycki, defronte ao Posto de Abastecimento, no Bairro Boicy, em Foz do Iguaçu, para darem atendimento a uma vítima de FAB (ferimento por arma branca).

No local foi socorrida a vítima identificada como sendo Hans Hebert Feyh Mendonça, de 28 anos de idade, que apresentava uma perfuração no tórax por faca. Segundo informações, a autora da facada seria sua esposa, que o teria o encontrado em via pública e o golpeado. O homem foi socorrido e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Municipal.

Siate atende duas vítimas de afogamento na fronteira; jovem de 20 anos morreu

No inicio da noite de quinta-feira, 08, por volta das 18h:50min, o COBOM (Central de Operações do Corpo de Bombeiros) de Foz do Iguaçu recebeu um chamado, dando consta que duas pessoas teriam se afogado no Rio Tamanduá, em uma chácara no final da Rua Cosmoética.

Para o local foram enviadas duas ambulâncias do Siate (Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência), uma ABS da oficial de serviço, apoio médico e uma ABTR (Auto Bomba Tanque e Resgate).

No local foi socorrido uma vítima em estado gravíssimo, sendo reanimada e encaminhada inconsciente para o Pronto Socorro do Hospital Municipal com risco de morte. Já a segunda vítima, com sinais graves, porém, sem risco de morte, foi encaminhada a unidade hospitalar.

Já por volta das 19h:55min, a vítima grave identificada como sendo Lucas Guilherme Batista Ferreira, de 20 anos de idade, não resistiu e faleceu no Hospital Municipal, sendo seu corpo encaminhado ao necrotério do IML para os procedimentos e liberação.

Paraná: Pais são suspeitos de agredir bebê de 37 dias

Uma bebê de 37 dias foi vítima de agressões físicas dentro de casa em Londrina, no norte do Paraná, na noite de quarta-feira (7).

A menina foi atendida no Hospital Universitário com fraturas pelo corpo e hematomas na cabeça. Segundo a Polícia Militar, foi a avó paterna que levou a neta ao hospital. Ela contou à polícia que os próprios pais da criança seriam os agressores.

O Conselho Tutelar informou que os pais estiveram na sede do órgão e admitiram as agressões. Para os conselheiros, o casal disse que se desentendeu e a mãe da bebê disse que ia embora de casa levando a filha.

Os dois começaram a puxar a criança, ainda segundo o Conselho Tutelar, que acabou se machucando. Para os conselheiros, os pais da bebê disseram que estão arrependidos.

O Conselho Tutelar comunicou o Ministério Público do Paraná (MP-PR). A Vara de Infância e Juventude deve decidir o destino da criança, quando sair do hospital.

O HU informou que o bebê está no Pronto Socorro, estável, mas sem previsão de alta.

Filho de empresário é encontrado morto três dias após desaparecer

O corpo de L. de C., 34 anos, desaparecido desde as 17 horas de sexta-feira (2), foi localizado por trabalhadores rurais no início da tarde desta segunda-feira (5), à margem da PR-092, entre Santo Antônio da Platina e Barra do Jacaré. Ele foi vítima de um acidente automobilístico.

No fim de semana, o pai do homem procurou a polícia para registrar um Boletim de Ocorrência sobre o desaparecimento do filho. Segundo ele, L. havia deixado a casa onde morava vestindo camiseta cavada, bermuda jeans, chinelo e boné de cor preta, em um dos carros da empresa da família, um Fiat Uno placas (ARV-8339) de Santo Antônio da Platina.

As buscas pelo rapaz começaram ainda no fim de semana, mas se intensificaram na manhã desta segunda-feira (5). Equipes das Polícias Militar e Civil se concentraram nos trabalhos de investigação, e o Corpo de Bombeiros por meio de buscas nas rodovias da região, trabalhando com a hipótese mais provável para o desaparecimento de L. de C.: um acidente automobilístico, o que viria a se confirmar no início da tarde, com um telefonema para o número 190 informando sobre um Fiat Uno capotado à margem do quilômetro 352 da PR-092, com uma vítima em óbito no local.

De acordo com sargento do Corpo de Bombeiros, Luiz Carlos Souza, o acidente ocorreu entre a noite de sexta-feira (2) e madrugada de sábado (3). O carro conduzido por L. de C. saiu pista em uma curva e colidiu violentamente contra duas pedras grandes à margem da rodovia. Em seguida, o veículo capotou e tombou em meio a um matagal. “Passamos pela manhã por este trecho e não percebemos indícios de acidente. O mato alto e o desnível por conta do barranco no acostamento dificultou a localização do automóvel naquele momento, que pouco tempo depois acabou sendo encontrado por trabalhadores rurais que passavam pelo local”, disse Souza.

O corpo de L. de C. foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Jacarezinho e será sepultado em Santo Antônio da Platina nesta terça-feira (6). Ele deixa dois filhos (de 8 e 11 anos) do primeiro casamento, e sua atual mulher está grávida de quatro meses.

Jovem de 23 anos é atingido por raio

Um trabalhador ficou ferido na manhã de quarta-feira (31) ao sofrer uma descarga elétrica provocada por um raio enquanto trabalhava em uma obra, no Jardim Continental em Cascavel.

A vítima trabalhava na obra como pedreiro no momento em que o raio caiu e ele foi atingido, mas por sorte, sem gravidade.

Socorristas e médico do Siate foram acionados para atender o pedreiro que relatou dormência nos membros. Após as primeiras avaliações, Marcio Gonçalves, de 23 anos, foi encaminhado à Unidade de Pronto-Atendimento do Bairro Brasília.

93% das crianças respiram poluição acima do recomendável

Um relatório divulgado hoje (29) pela Organização Mundial de Saúde (OMS) mostra que 93% das crianças e adolescentes respiram ar com nível de partículas finas acima do que é considerado recomendável para a saúde. A situação é mais grave em algumas regiões do mundo como a Ásia e a África e também nos países de renda média e baixa.

A publicação do relatório antecede a realização da Primeira Conferência Global da Organização Mundial de Saúde sobre Poluição do Ar e Saúde, que começa amanhã na Suíça. O tema do encontro é “Melhoria da Qualidade do Ar, Combate às Mudanças Climáticas”.

Nos países com renda baixa e média, 98% dos menores de 5 anos são expostos a níveis maiores do que é recomendado para a saúde, enquanto nos países de renda elevada, o percentual é de 52%.

Na África e no Mediterrâneo Oriental, 100% das crianças com menos de 5 anos estão expostas a níveis acima do recomendável.

No continente americano, países de renda baixa e média, como o Brasil, expõem 87% das crianças menores de 5 anos a esses níveis de partículas finas.

Mortes

Além da poluição das grandes cidades, as crianças muitas vezes estão expostas a partículas geradas dentro de suas próprias casas, provocadas pela queima de combustíveis como carvão e querosene.

Cerca de 3 bilhões de pessoas ainda dependem de combustíveis e equipamentos poluentes para cozinhar e se aquecer no mundo. Mulheres e crianças costumam passar mais tempo ao redor dessas fontes de calor, expostas à fumaça, o que resulta em concentrações de poluentes que chegam a ser seis vezes mais altas que o ambiente ao redor.

A organização estima que essa exposição resultou em 3,8 milhões de mortes prematuras em todo o mundo, o que supera a mortalidade causada por malária, tuberculose e Aids combinadas. Destas mortes, 400 mil atingiram menores de 5 anos.

No Brasil, a OMS estima que 50 mil pessoas morrem por ano de doenças relacionadas à poluição do ar. Quase 10% da população do país ainda queima madeira para cozinhar, o que contribui para a exposição à poluição.

Após atirar em desafeto, homem se mata com tiro no peito em Perobal

Um homem de 60 anos, residente na divisa dos municípios de Perobal e Cafezal do Sul, tirou a própria vida com um disparo de arma de fogo no peito, na manhã deste domingo (28). Anteriormente, ele atingiu outro homem, de 32 anos, nas pernas.

Um desacordo comercial seria a motivação. A vítima da tentativa de homicídio foi encaminhada pelo Samu ao hospital Norospar, em Umuarama, e não corre risco de morrer.

O corpo do homem que cometeu suicídio foi encaminhado ao IML de Umuarama. A arma, um revólver calibre 32, foi apreendida pela Polícia Civil.

Selfie com corpo levou brasileiro a confessar que esquartejou família

Uma selfie ao lado do corpo do tio e conversas com um amigo via Whatsapp enquanto matava e esquartejava quatro parentes foram as principais provas que levaram o brasileiro François Patrick Nogueira Gouveia, 21, a confessar os crimes.

Na audiência desta sexta-feira (26), em um tribunal na cidade de Guadalajara foi ouvida uma das principais testemunhas do caso. Um adolescente brasileiro de 17 anos, identificado apenas como Victor, foi quem entregou os registros do crime à Polícia Federal no Brasil.

Ele recebeu, quase que por acaso, o telefone celular onde estavam registros de conversas que Patrick teve com um amigo, Marvin Correia, enquanto cometia os crimes que chocaram a Espanha, em 2016.

Assistência técnica

Victor trabalhava em uma assistência técnica, onde Marvin, deixou seu celular para consertar, alguns dias depois do crime, em 2016. Para dar um desconto no preço a Marvin, ele pediu o aparelho emprestado.

“Nosso combinado era que eu consertaria o celular por um preço menor e ele me emprestaria por alguns dias”, relatou o brasileiro durante o depoimento.

De início, o adolescente disse que não encontrou os registros, mas notou que na lixeira do celular havia registros de imagens. Foi só quando ele instalou o Whatsapp no aparelho que ele conseguiu ver tudo.

“O aplicativo baixou todas as mensagens antigas. Foi quando vi e li tudo. Vi os corpos cortados, vi Patrick com o cadáver de um homem, li algumas conversas e entendi que meu amigo estava envolvido de alguma forma”, explicou Victor.

Durante alguns dias, ele não soube o que fazer. Então conversou com uma amiga, que foi à Polícia Federal relatar o caso.

Susto em casa

Victor ainda levou um susto quando recebeu uma visita de Patrick, que havia voltado ao Brasil, e Marvin. No julgamento, ele contou que até hoje tem medo do jovem que matou seus familiares.

“Ele me perguntou se eu achava que ele teria cometido o crime e eu perguntei por que pensaria isso. Foi por medo mesmo, foi uma surpresa vê-los ali e eu tive receio que me fizessem alguma coisa porque eu tinha as provas”, afirmou.

Confissão dos crimes

Com o registro do crime no celular, Patrick acabou confessando que matou e esquartejar o tio Marcos, 41, a tia Janaína Santos Américo, 40, e os dois filhos do casal, Maria Carolina, 4, e David, 1.

Em uma das mensagens que enviou a Marvin, Patrick ironizou as crianças, que estavam abraçadas e chorando enquanto ele matava a mãe delas. Em outra, dizia que ‘mal podia esperar’ para matar o tio, que chegou mais tarde.

Mãe e filho, moradores da região, morrem em colisão na BR 277. Duas outras vítimas ficam em estado grave O acidente aconteceu na noite de ontem, no Trevo Cataratas.

Duas vítimas morreram e outras duas ficaram gravemente feridas em um acidente registrado na BR 277, no Trevo Cataratas em Cascavel, na noite desta quinta-feira (25).

Segundo informações repassadas à equipe, o veículo Fiesta com placas de Marechal Cândido Rondon seguia na BR 277 sentido Curitiba – Cascavel e o ônibus que saiu de Medianeira, em sentido à BR 369, quando aconteceu a batida frontal. O local é controlado por semáforos

A condutora do veículo não resistiu aos ferimentos e morreu no local e um adolescente de 12 anos chegou a ser socorrido, mas também não resistiu aos ferimentos.

Jéssica Cristina Ramera de 27 anos sofreu escoriações e contusões e sentia dores na região pélvica. A outra ocupante do veículo também recebeu atendimentos da equipe da concessionária que administra a rodovia. As vítimas receberam os primeiros atendimentos e foram encaminhada à UPA Veneza.

Um caminhão ABTR, ambulâncias do Siate e da concessionária que administra a rodovia, e a PRF (Polícia Rodoviária Federal) estiveram no local para atender a ocorrência.

O IML (Instituto Médico Legal) de Cascavel, também foi acionado para recolher os corpos das vítimas fatais.

No ônibus não houve feridos.

As vítimas fatais foram identificadas como Nilse Therezinha Vogel, 51 anos e o filho Jhonny Andrey Vogel dos Reis, 12 anos, moradores de MCR.

Gostaria de fazer parte da nossa rede de amigos? Basta Clicar aqui!Sim, Eu Quero!