fellipe

Ratinho Junior é eleito governador do Paraná

Candidato do PSD administrará o estado a partir de 1º de janeiro de 2019 e o mandato seguirá até 31 de dezembro de 2022

Por Euclides Lucas Garcia

Ratinho Junior é o novo governador do Paraná, agora com 87% dos votos apurados no estado. O candidato do PSD superou os outros nove concorrentes e encerrou a eleição neste domingo (7) já no primeiro turno. Ratinho administrará o estado a partir de 1º de janeiro de 2019 e o mandato seguirá até 31 de dezembro de 2022.

Eleito deputado estadual pela primeira vez em 2002, aos 21 anos, Ratinho já dizia na época que um dia seria governador do Paraná. Na sequência, foi deputado federal por três mandatos seguidos. Em 2012, no passo mais ousado da carreira até então, tentou se eleger prefeito da capital. Mas a vantagem no primeiro turno sucumbiu ao esteorótipo de interiorano – ele nasceu em Jandaia do Sul, no Noroeste do Paraná –, e os curitibanos elegeram Gustavo Fruet (PDT) com mais de 60% dos votos válidos.

A estratégia, então, teve de ser repensada. Ratinho conseguiu, em 2013, espaço como secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano na gestão Beto Richa (PSDB). Chefiando a principal pasta na distribuição de máquinas e recursos aos 399 municípios do estado, ele iniciou uma paulatina aproximação com prefeitos, vereadores e lideranças de todo o Paraná. No ano seguinte, elegeu-se como o deputado estadual mais votado da história, com 300 mil votos, para logo retornar à pasta do Desenvolvimento Urbano.

Em setembro de 2017, reassumiu o mandato na Assembleia Legislativa e passou a construir a candidatura ao governo longe da sombra de Beto Richa, que já carregava um pesado desgaste com a população. Até as convenções partidárias, em julho deste ano, arregimentou partidos médios e pequenos, num total de nove. Trabalhou nos bastidores e, com a ajuda do senador Alvaro Dias (Podemos), tirou do páreo o principal adversário, o ex-senador Osmar Dias (PDT), que desistiu da disputa diante da traição do irmão.

Apesar de negar, tentou o quanto pôde ter Richa na chapa e, consequentemente, toda a gama de partidos e estrutura que viria junto com o tucano. No entanto, mais por sorte que por juízo, o ex-governador se lançou candidato ao Senado no grupo de Cida Borghetti. Tempos depois, ele seria preso na Operação Rádio Patrulha e afundaria a si próprio e levaria junto a governadora.

Nesse cenário praticamente sem oponentes, Ratinho ainda se beneficiou da concentração dos eleitores sobre a eleição nacional. Numa campanha quase sem percalços, elegeu-se governador do Paraná pelos próximos quatro anos.

Foto: Ratinho JR ao lado do empresário Tito Rojas.

VÍDEO – Carreata pró Bolsonaro em Guaíra surpreende

A carreata em apoio ao candidato a presidência da república, Jair Messias Bolsonaro, em Guaíra no oeste do Paraná foi surpreendente.

Palavras de ordem, o famoso grito de “Mito, Mito”, mulheres também com a frase “Ele SIM” fizeram parte dessa manifestação, mas oque impressionou foi a formação de um enorme 17 humano.

O Jornalista Jow Amaral nós conta detalhe, confira.

Fonte: INTER REDE NOTÍCIAS

VÍDEO – Comandante do Exercito, Major Anderson Moreira fala sobre a operação em Dr. Oliveira Castro

Comandante do Exercito, Major Anderson Moreira fala sobre a operação em Dr. Oliveira Castro onde militares na faixa de fronteira foram recebidos a tiros ao abordarem caminhão suspeito.

Acompanhe o vídeo e saiba mais…

Em matéria já publicada…

Três homens entraram em confronto com o Exército Brasileiro na noite de terça-feira (18), próximo ao Lago de Itaipu, na região conhecida como Porto Capim, em Guaíra.

Os militares da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada estavam executando operações nas proximidades da divisa com o Paraguai, quando realizaram uma abordagem a um caminhão suspeito.

Os envolvidos com o transporte ilegal reagiram atirando contra os militares que revidaram, acertando dois homens. Um terceiro envolvido foi preso sem ferimentos.

O caminhão estava carregado com cigarros contrabandeados do Paraguai.

Os suspeitos baleados foram encaminhados para unidades hospitalares e, de acordo com informações, o quadro de saúde de ambos é estável.

fonte:Costa Oeste News

Bandidos invadem Presídio de Piraquara para resgatar presos

Diversos incêndios foram registrados pelo Corpo de Bombeiros após a explosão no Presídio de Piraquara; o ataque aconteceu por volta das 3h desta terça-feira (11)

Bandidos invadiram o Presídio de Piraquara para resgatar presos na madrugada desta terça-feira (11), na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com as primeiras informações, os suspeitos explodiram os muros do presídio e invadiram o local atirando.

Bandidos resgatam presos em Piraquara

O Contorno Leste, que liga Curitiba a Pinhais pela Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel está bloqueada, já que três caminhões foram incendiados. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o fogo teria sido provocado por um grupo que dava apoio à fuga de detentos da penitenciária. A retira dos veículos começou a ser feita por volta das 6h30 depois da atuação do Corpo de Bombeiros (CB). A faixa sentido São Paulo começou a ser liberada por volta das 8h30 e a fila passa de 17 quilômetros.

O Corpo de Bombeiros (CB) recebeu notificações sobre carros de passeio incendiados ao redor da penitenciária de Piraquara por volta das 3h desta terça-feira (veja imagens abaixo). Mas, a polícia ainda não confirma se os casos são relacionados com a evasão dos detentos.

Carros foram incendiados pelos bandidos (Foto: Tais Santana/RICTV Curitiba)

cerco policial no Presídio de Piraquara continua. A Polícia Militar e a Polícia Civil seguem trabalhando para conter a saída dos presos. Segundo informações preliminares, 50 detentos conseguiram fugir com a ação dos bandidos. O Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR) e o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) foram contatados, mas até o fechamento desta matéria, sem resposta.

URGENTE VIDEO- Ex-governador do Paraná, Beto Richa é preso

O ex-governador do Paraná Beto Richa, candidato ao Senado pelo PSDB, foi preso na manhã desta terça-feira pelo Gaeco em Curitiba, no Paraná.

Beto Richa é alvo de duas operações: uma realizada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), pela qual foi preso, e outra da Polícia Federal (PF), em uma nova fase da Lava Jato. Na 53ª etapa da Lava Jato, a casa de Beto Richa é alvo de mandado de busca e apreensão.

A esposa de Beto Richa, Fernanda Richa, e Deonilson Roldo, que é ex-chefe de gabinete do ex-governador, também foram presos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MP-PR. Além disso, Deonilson Rodo tambem é alvo de prisão da PF.

Pepe Richa, irmão de Beto Richa e ex-secretario de Infraestrutura, Ezequias Moreira, ex-secretário de cerimonial, e Luiz Abib Antoun, parente do ex-governador, também foram presos pelo Gaeco. Antoun foi preso em Londrina, no norte do Paraná.

Todas as prisões são temporárias, com validade de cinco dias. A investigação do Gaeco é sobre o programa Patrulha Rural.

URGENTE – Bolsonaro é esfaqueado em ato de campanha em Juiz de Fora (MG)

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foi retirado às pressas de um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), depois de ser esfaqueado. A informação foi confirmada por um de seus filhos, Flávio Bolsonaro.

Flavio Bolsonaro 177 Senador_RJ

@FlavioBolsonaro

Jair Bolsonaro sofreu um atentado agora em Juiz de Fora, uma estocada com faca na região do abdômen. Graças a Deus, foi apenas superficial e ele pesa bem. Peço que intensifiquem as orações por nós!

Segundo seu filho, o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o presidenciável “sofreu um atentado” com “uma estocada com faca na região do abdômen”, e passa bem.De acordo com o parlamentar, o ferimento “foi apenas superficial”. “Peço que intensifiquem as orações por nós!”, escreveu, em postagem no Twitter.

Em imagens divulgadas em redes sociais, o deputado federal aparece sendo carregado por outros homens. Depois de ser tocado pelo objeto, enquanto está no meio de apoiadores, Bolsonaro faz expressão de dor.

Procurada pela reportagem, a Polícia Militar de Juiz de Fora informou que está apurando se houve o incidente.

A assessoria de imprensa da Santa Casa de Juiz de Fora confirmou que o candidato deu entrada no setor de urgência e emergência, mas não soube  informar o estado de saúde dele. (Colaborou Janaina Garcia, de São Paulo)

Copetrol compra Petrobras Paraguay por US$ 383,5

A empresa Petrobras confirmou a venda de suas estações de serviço no Paraguai ao Grupo Copetrol, por cerca de 383,5 milhões de dólares.

Na tarde de terça-feira, o conselho de administração aprovou a assinatura do contrato de compra e venda da Petrobras Paraguai para o grupo Copetrol.

Embora o valor final da venda ainda permaneça sujeito a ajustes, o valor estimado é de 383,5 milhões de dólares, dos quais 49,3 milhões serão entregues hoje, durante a assinatura do contrato, como forma de adiantamento.

Enquanto isso, os 334,2 milhões restantes serão pagos na data de fechamento da transação, além de outros 55 milhões de dólares correspondentes às caixas econômicas das empresas.

Com esta operação, a Companhia Paraguaia Distribuidora de Derivados da Petróleo SA, ou seja, o Grupo Copetrol, adquirirá: Petrobras Paraguay Distribución Limited, Petrobras Paraguai Operações e Logística e Petrobras Paraguay Gas SRL.

Essas empresas atuam no mercado de distribuição e comercialização de combustíveis, Gás Liquefeito de Petróleo, lubrificantes e outros produtos especiais, por meio de uma rede de 197 postos de serviços, aos quais é adicionado um terminal de armazenagem próprio.

O gerente geral da Copetrol, Jorge Cáceres, explicou que o contrato de compra inclui o uso da marca, para que as estações continuem com o mesmo nome.

Com a incorporação dessas 197 estações, o grupo Copetrol terá 551 postos de combustível.

Oh dó – Arrependido, acusado de roubo chora na delegacia após ser preso

R. Q. B., de 32 anos, foi preso na manhã da quarta-feira (8), pela polícia de Goioerê. Ele era sendo procurado desde a noite anterior, pois era acusado de ter praticado um assalto a um idoso. O crime aconteceu quando a vítima estava na residência, na Rua Brasil, distrito de Jaracatiá.

Na ocasião, foi levada a quantia de R$ 142 em dinheiro.

Durante o roubo, o acusado teria agredido o idoso e o ameaçado com uma faca.
Na Delegacia de Polícia, R. chorou bastante, disse que toma medicamentos controlados, bebe muito, usa crack e que seu pai está buscando meios para interná-lo.

O detido relatou ainda que na noite da terça-feira teria tomado 10 corotes de pinga, acompanhado de dois amigos. Há divergência sobre o valor roubado.

(Informações – Goionews)

Manifestação dos bancários atrasará abertura das agências em 1 hora

Em meio às negociações de sua nova convenção coletiva, bancários de todo o Brasil realizarão uma manifestação nesta sexta-feira (10). Com isso, as agências bancárias abrirão com uma hora de atraso, ou seja, às 11h.

Em Umuarama o retardo na abertura acontecerá em todos os bancos. O fato foi decidido em uma assembleia local, realizada na quarta-feira (8). Wilson de Souza, presidente interino do Sindicato dos Bancários de Umuarama, Assis Chateaubriand e Região, a ação acontecerá apenas na Capital da Amizade – não interferindo nos horários das agências das demais cidades da área de abrangência do sindicato regional. O setor de autoatendimento funcionará normalmente.

“Nosso objetivo é pressionar para que as negociações com os bancários sejam finalizadas. Já passamos por seis rodadas de negociações, sem acordo, e temos mais uma agendada para o dia 17 de agosto. A data limite para formalizar a convenção coletiva é 1º de setembro”, explica Souza.

O presidente interino explica que, caso o acordo não seja fechado até a data limite, poderão acontecer paralisações, ou até mesmo uma greve.

Pauta de reivindicações

Souza explica que a categoria está reivindicando a manutenção de cláusulas do acordo coletivo anterior. Além disso, a classe pede reposição da inflação (que será de aproximadamente 3,8%) e aumento real de 5%.

“Sabemos que os bancos tiveram muito lucro ano passado. Os cinco maiores (Banco do Brasil, Caixa, Itau, Bradesco e Santander) tiveram lucro líquido de R$ 77 bilhões juntos. Então, em nosso entendimento, os bancários têm condições de pagar melhor seus funcionários e, pelo menos repor a inflação e dar um aumento real, além de manter as cláusulas do acordo anterior”, informa o presidente do Sindicato.

A pauta também conta com reivindicações nas áreas de saúde, segurança e melhores condições de trabalho.

Nos bastidores, debate tem encarada, ironia na plateia e pedido de VAR

Diante das câmeras, os candidatos tentavam manter uma boa postura, mostrar simpatia e cativar o eleitor. Nos bastidores, não faltaram momentos de tensão, muita conversa com assessores e até encaradas entre rivais.

Durante o primeiro debate com os candidatos à Presidência da República das eleições de 2018, promovido pela Band, na noite desta quinta-feira (9), oito políticos estavam presentes no palco, perfilados ao lado do âncora e mediador, Ricardo Boechat. Na plateia, havia ao menos 126 militantes, entre integrantes das campanhas, políticos, jornalistas e convidados.

 

Comparada a debates de eleições anteriores, a plateia se comportou. Durante as três horas de sua duração, houve poucas interferências dos convidados.

A primeira, no terceiro bloco, foi um assobio do deputado estadual Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), quando seu pai, candidato a presidente, afirmou ser a única alternativa positiva de voto este ano. Foi seguido de aplausos de aliados do PSL, inclusive do astronauta Marcos Pontes e do general da reserva Augusto Heleno, que chegaram a ser cotados a vice de Bolsonaro.

Seu escolhido, Hamilton Mourão (PRTB), foi o único vice, aliás, que não acompanhou o candidato cabeça de chapa no debate. A campanha de Bolsonaro não justificou a ausência.

A segunda interferência ocorreu após o candidato Ciro Gomes (PDT) ter sido escolhido para uma pergunta. O presidente nacional do partido, Carlos Lupi, gritou “finalmente” e aplaudiu, seguido por seus correligionários.

Após o momento mais tenso do debate, no primeiro bloco, quando Guilherme Boulos (PSOL) e Bolsonaro se acusaram mutuamente, ambos trocaram encaradas, fora do alcance das câmeras – o que ocorreu duas vezes. Na primeira, Bolsonaro coçou o nariz olhando para Boulos e deu risada, sendo ignorado. Na segunda, ambos riram ironicamente um do outro.

Luis Adorno/UOL

Cadeiras reservadas para convidados de Boulos e Bolsonaro

Os dois estavam lado a lado no auditório. Na plateia, também na mesma disposição, estavam os convidados de PSL e PSOL. Mas não houve nenhuma troca de ofensas ou desrespeito entre as pessoas atrás das câmeras.

Por duas vezes, Boulos chegou a fazer o gesto imitando os árbitros da Copa do Mundo e pediu “VAR”, sistema de vídeo utilizado pela primeira vez pela arbitragem no mundial. Primeiramente, durante uma resposta que não concordou de Henrique Meirelles (MDB). Depois, quando teve um pedido de direito de resposta, contra Bolsonaro, negado por unanimidade.

No último bloco, enquanto Boulos citava movimentos sociais em seus agradecimentos, o presidente do PSL em São Paulo, Major Olímpio, complementou as siglas mencionadas pelo coordenador nacional do MTST. “PCC”, disse o major, fazendo referência à facção criminosa.

Thiago Bernardes/Estadão Conteúdo

Cabo Daciolo faz leitura de trecho da Bíblia durante debate

Já o Cabo Daciolo (Patriotas) arrancou risos da plateia sempre que terminava uma resposta com a expressão “para honra e glória do Senhor Jesus”.

Enquanto Daciolo fazia suas considerações finais, com direito a leitura de um versículo da Bíblia, muitos que estavam na plateia falaram “amém”, ironizando o candidato.

Do lado de fora do estúdio da Band, dois grupos protestavam. Um de militantes de João Amoêdo (Novo) e outro de militantes petistas, que reclamavam da ausência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Amoêdo não foi convidado (seu partido não tem cinco parlamentares no Congresso). Lula está preso em Curitiba, e a Justiça não autorizou sua participação.

Luis Adorno/UOL

Carro com apoiadores de Bolsonaro estaciona ao lado de manifestantes do PT

Dois homens em uma caminhonete, apoiadores de Bolsonaro, pararam o carro no meio na manifestação. Houve bate-boca, mas logo depois os militantes de Bolsonaro deixaram o local.

Gostaria de fazer parte da nossa rede de amigos? Basta Clicar aqui!Sim, Eu Quero!