Entretenimento, Mundo

5 dicas para viajar sozinho

Viajar sozinho pode ser uma oportunidade muito interessante. Você finalmente conseguirá visitar o tão sonhado destino sem ter que dividir seu tempo com os desejos e expectativas de outra pessoa. Independentemente da personalidade do viajante – introvertida ou extrovertida – há várias dicas que podem ajudar a tirar o melhor proveito possível de uma viagem a sós.

Para começar a pensar na possibilidade, leve em consideração que há várias vantagens em viajar sozinho que talvez você nunca tenha considerado. Uma delas é poder escolher o local e fazer o planejamento, afinal, você está no controle. Não é preciso convencer ninguém a mudar de planos ou se obrigar a seguir na rota do grupo da excursão. Por mais que você perca os benefícios de viajar com outras pessoas, ir sozinho é melhor do que não ir. Viajar sozinho, inclusive, pode ser mais barato e menos estressante do quando a família inteira vai junto.

Outro ponto que deve ser considerado é a comparação com uma viagem com crianças. Esta pode ser uma experiência recompensadora, mas você provavelmente não iria aos mesmos lugares ou faria as mesmas atividades que um turista desacompanhado. Viagens individuais podem ser oportunidades únicas para fazer o que você não será capaz até que seus filhos saíam de casa.

Como viajante solo, você pode até se presentear com um voo de primeira classe, já que comprará apenas um assento em vez de dois ou mais.

Se você já está convencido a fazer uma viagem sozinho, veja, na galeria de fotos a seguir, algumas dicas para tirar o melhor proveito possível:

 

Não descuide da segurança

É verdade que viajar acompanhado pode dar uma sensação maior de segurança, já que você tem alguém para confiar em vez de ser um completo estranho em um local desconhecido. Como viajante solo, é preciso ter mais atenção do que o normal. No entanto, é possível tomar alguns cuidados, como deixar o seu itinerário com amigos ou familiares, enviar e-mails e mensagens de texto constantemente a eles e fazer posts nas redes sociais.

Além disso, não fique totalmente confortável com as outras pessoas – interaja, divirta-se, mas não baixe totalmente a guarda. Viajantes – sozinhos ou acompanhados – devem usar o bom senso nos relacionamentos.

Outra dica é pesquisar previamente sobre a segurança na cidade em que você vai visitar e identificar lugares que você poderá ir sozinho.

 

Crie conexões humanas

Por mais que você esteja viajando sozinho, ainda é uma pessoa sociável. Uma das partes mais legais de conhecer novos lugares é conhecer também novas pessoas. Talvez você não se sinta muito confortável porque não tem alguém lá para lhe dar suporte, mas não tenha medo de conversar.

Se você está justamente em busca de criar relacionamentos, uma boa opção é fechar uma excursão com empresas que formem grupos. Dessa maneira, você poderá interagir durante um único dia ou a semana toda. Quando você organiza sua viagem e compra o próprio bilhete de ônibus ou aluga um carro, pode acabar conhecendo os mesmos pontos turísticos do que se estivesse em uma excursão, mas perde a conexão humana.

Evite pagar taxas por estar sozinho

Viajar sozinho é bem mais barato em diversos aspectos, mas pode ser mais caro em outros. Companhias de viagens, grupos de excursões e hotéis geralmente cobram mais caro por acomodações em apartamentos single, para compensar pelo prejuízo de uma pessoa estar ocupando um quarto ou cabine quando se espera que eles sejam ocupados por, pelo menos, duas. Essa taxa pode, rapidamente, tornar-se um incômodo, principalmente no caso dos cruzeiros, em que algumas operadoras acabam agrupando pessoas que não se conhecem em uma mesma cabine para manter o preço.

Se você quer evitar situações como essas, escolha viajar na baixa temporada ou entre a baixa e a alta temporadas (como na primavera e no outono). Outra dica é deixar para fechar o negócio no último minuto.

Em último caso, é sempre possível se arriscar e dividir o local com um estranho. A perspectiva de conhecer alguém novo pode parecer interessante.

Escolha a hospedagem de acordo com os seus interesses

Viajantes solo possuem milhares de opções de locais para ficar: Airbnb, hostels, acomodações do tipo bed and breakfast, pousadas. Por estar no controle, você acaba tendo mais flexibilidade para escolher o tipo de hospedagem, com base nos seus interesses.

Você pode ficar no centro da vibrante vida noturna da cidade. Ou encontrar um retiro no campo para relaxar durante a noite com uma taça de vinho. É a sua viagem, então divirta-se!

Como escolher o destino

A máxima “o mundo está em suas mãos” nunca é tão verdadeira quando se está viajando sozinho. Há poucas restrições. Você pode jantar em restaurantes elegantes, conhecer museus de arte, saltar de paraquedas ou ficar na praia e ler um livro sem interrupções.

Talvez você queira visitar a Antártica, apenas porque é possível. Mas também pode considerar opções em território norte-americano como Las Vegas, Portland, Nashville, Nova York, São Francisco. Ou Toronto (Canadá), Roma (Itália) ou Paris (França). E que tal a Islândia?

Em todos esses destinos – e em muitos outros – você encontrará algo interessante, além de outros viajantes solo e casais que podem servir de companhia. Para ter ideia do que fazer, procure guias online de viagens ou visite fóruns de viajantes solo para mais dicas e conselhos.

Você não precisa ter medo de viajar sozinho. Embora o processo de planejamento seja diferente, viagens solo podem ser algumas das melhores lembranças da sua vida. Faça a sua lista de lugares para conhecer e não volte atrás. Você não se arrependerá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostaria de fazer parte da nossa rede de amigos? Basta Clicar aqui!Sim, Eu Quero!